ISSN: 2595-8410 Contato: (11) 3043-4171

OMS: doações de sangue precisam aumentar em mais da metade dos países

Segundo a OMS, apenas 62 países têm o total do seu fornecimento de sangue a partir de doadores voluntários.

No Dia Mundial do Doador de Sangue, celebrado ontem (14), a Organização Mundial da Saúde (OMS) alertou que as doações voluntárias e não remuneradas precisam aumentar rapidamente em mais da metade dos países para garantir um suprimento confiável de sangue seguro para os pacientes

São colhidas anualmente 108 milhões de doações, metade em países de alta renda, onde estão menos de 20% da população do mundo. A taxa média de doação de sangue é nove vezes maior em países de alta renda do que nos de baixa renda.
O tema da campanha este ano - “O sangue nos une. Compartilhe vida, doe sangue” - destaca a solidariedade e o vínculo entre doador e paciente e chama a atenção para o papel dos sistemas de doação voluntária no sentido de incentivar as pessoas a cuidar umas das outras e a promover a coesão da comunidade. Segundo a entidade, apenas 62 países têm o total do seu fornecimento de sangue a partir de doadores voluntários. Trinta e quatro países ainda dependem em mais de 75% do seu estoque, de doadores familiares e até mesmo dos doadores pagos.
A organização diz que esses dadores são a base de um suprimento de sangue seguro, porque estão associados a baixos níveis de infecção que pode ser transmitida em transfusões, incluindo o HIV e os vírus da hepatite. Segundo a OMS, 25 países são incapazes de rastrear todo o sangue doado, em relação a essas infecções, devido à oferta irregular de kits de teste, à falta de pessoal, a kits de má qualidade ou à falta de qualidade básica em laboratórios.
De acordo com o Ministério da Saúde, 1,8% da população brasileira doam sangue e, desses, mais de 50% são voluntários. Entre 2013 e 2014, houve aumento de 5% na coleta de bolsas de sangue no país, passando de 3,5 milhões para 3,7 milhões. Ainda assim, é preocupação da pasta sensibilizar e fidelizar novos doadores. O sangue inteiro ou outros componentes sanguíneos, como células vermelhas, plaquetas, plasma, podem ser usados para tratar diversas doenças, entre elas a Falciforme e a Talassemia, além de doenças oncológicas variadas que necessitam de transfusão frequentemente. Cada doação voluntária pode salvar até três vidas (ABr).

Saudável e com preço em queda, peixe é alternativa à carne bovina

Uma boa alternativa para a alimentação do consumidor e de sua família.

O consumidor brasileiro que busca alternativas para substituir a carne vermelha no cardápio com o objetivo de adequar as despesas do orçamento doméstico deve prestar atenção no peixe. De acordo com um levantamento feito pela APAS - Associação Paulista de Supermercados -, com base nos dados do IPCA/IBGE, a carne de peixe está entre os gêneros alimentícios com as maiores quedas de preço no país nos últimos 12 meses.
O quilo do peixe peroá, também conhecido como porquinho, apresentou uma redução de 33% no período de abril/2015 a abril/2016. A carne de pintado caiu 11,78% e o dourado, 8,09%. O preço da cavalinha e badejo também tiveram queda de 1,20% e 0,61%, respectivamente. Segundo o gerente de economia e pesquisas da APAS, Rodrigo Mariano, a troca de produtos por outros mais em conta é uma das estratégias que o consumidor adota e que trazem mais resultados para o bolso.
“O consumidor tem a tendência de pesquisar preços e substituir aqueles produtos que possam impactar no orçamento familiar. Já percebemos em outras ocasiões a troca da carne bovina pela de aves ou até suína. Com as quedas no preço dos peixes em nível nacional, esta pode ser uma boa alternativa para a alimentação do consumidor e de sua família”, diz.
As vantagens de trocar a carne bovina por carne de peixe vão além da economia em tempos de instabilidade. De acordo com a nutricionista especialista em nutrição clínica e doenças crônicas não transmissíveis, Manoela Ramalho, substituir a carne vermelha por peixe ou mesmo inclui-la com mais frequência no cardápio só traz benefícios à saúde. “A carne de peixe é rica em vitaminas, tem muito menos gordura saturada e possui ácidos graxos tipo w3 e w6 que funcionam como protetores para o sistema cardiovascular, isso a torna mais saudável que carne vermelha”, conclui (APAS).

Maioria de crianças chegaram à Itália desacompanhada

Mais de 90% das crianças refugiadas que chegaram à Europa nos cinco primeiros meses deste ano, pela Itália, estavam desacompanhadas. Os dados são do Unicef, que lançou ontem (14) um alerta para os riscos de abuso, exploração e morte a que estes jovens estão expostos, além dos perigos próprios das travessias, como desidratação e afogamento.
No relatório, intitulado Perigo a Cada Passo do Caminho, Unicef informa que mais de sete mil crianças desacompanhadas fizeram a travessia do norte da África para a Itália de 1º de janeiro a 5 de junho deste ano, o dobro do ano passado. Apenas em 2016, foram registradas 2.809 mortes no Mediterrâneo. Em 2015, ao todo 3.770 mortes foram contabilizadas. De acordo com o Unicef, a maioria das mortes ocorreu na rota do Mediterrâneo Central, e muitas são de crianças.
Para muitos desses refugiados e migrantes, o afogamento é apenas um dos inúmeros riscos que enfrentam ao longo da viagem, que pode se estender por milhares de quilômetros sobre montanhas, desertos, e através regiões devastadas pela violência. Sofrem risco de desidratação, sequestro, roubo, estupro e extorsão, bem como detenção e espancamentos por parte de autoridades ou milícias (ABr).

Restaurante italiano é eleito o melhor do mundo

O chef Massimo Bottura, da Osteria Francescana, de Modena.

A “Osteria Francescana”, do chef Massimo Bottura, em Modena (Itália), foi considerada o melhor restaurante do mundo pelo “The World’s 50 Best Restaurants”, o “Oscar dos Restaurantes”. Na premiação realizada em Nova York na noite da última segunda-feira (13), Bottura, 53 anos, estava visivelmente emocionado. “Eu estou quase chorando. Ganhar nesses dias significa usar o ingrediente da cultura porque a cultura é conhecimento e conhecimento abre a consciência e cria responsabilidade”, destacou o chef.
Além de ter seu restaurante, Bottura é também conhecido na Itália por ações sociais. Durante a Exposição Universal, ocorrida em Milão no ano passado, o chef se uniu com a Caritas, entidade católica de ajuda aos mais pobres, e criou o “refeitório dos pobres”. O italiano também estará no Brasil em agosto, durante as Olimpíadas, para participar do projeto “soup kitchen”, que distribuirá comida nas favelas cariocas. Na segunda colocação ficou o espanhol “El Celler”, dos irmãos Roca, e em terceiro lugar ficou o nova-iorquino “Eleven Madison Park”, dos chefs Daniel Humm e Chris Flint. Para ganhar o prêmio, é preciso conquistar a preferência de quase mil especialistas em gastronomia de várias partes do mundo.
Presença frequente entre os 10 melhores restaurantes do mundo nos últimos anos, o Brasil não conseguiu emplacar nenhum estabelecimento no principal ranking do tipo no mundo. O D.O.M., do chef brasileiro Alex Atala, ficou na 11ª colocação. O Maní, dos chefs Helena Rizzo e Daniel Redondo, que tinha ficado na 41ª colocação em 2015 caiu para a 51ª neste ano e o Lasai, de Rafael Costa e Silva, ficou na 64ª posição (ANSA).

Organização ‘absolve’ café e diz que bebida não causa câncer

O café não causa câncer. Ao menos é o que diz um estudo da Organização Mundial de Saúde (OMS) divulgado hoje (15). Cerca de 20 especialistas internacionais elaboraram um parecer para a Agência para Pesquisas de Câncer (Iarc, na sigla em inglês) e ‘absolveram’ a bebida de causar a doença. Em 1991, o café foi incluído em uma lista em que aparecia como “provável causador” de câncer de bexiga. Porém agora, após analisar cerca de 500 estudos publicados nos últimos 25 anos sobre a bebida, os especialistas afirmaram que não existe qualquer evidência da relação entre o câncer de bexiga - ou qualquer outro tipo de tumor - e o amado cafezinho.
Na realidade, com essa revisão de estudos, os especialistas chegaram à conclusão que o café protege contra duas formas de tumores: aquele que atinge o fígado e outro que atinge o útero. O parecer, segundo fontes, analisa que o ideal é consumir de três a quatro pequenas xícaras de café por dia - desde que a pessoa não sofra de doenças como cirrose, por exemplo. A notícia de que o café poderia causar câncer foi divulgada pela OMS em outubro do ano passado. Desde então, todo o material sobre o produto foi reanalisado e a absolvição à bebida foi confirmada (ANSA).

PF investiga desvio de verbas no CFO

Em ação conjunta com o Ministério Público Federal e o Tribunal de Contas da União (TCU), a PF no Rio realizou ontem (14) a Operação Tiradentes, com a finalidade de prender integrantes do Conselho Federal de Odontologia (CFO) acusados de envolvimento em ação criminosa que atuava no desvio de recursos da entidade autárquica federal.
Foram cumpridos quatro mandados de prisão temporária e 15 mandados de busca e apreensão. Na operação, a Polícia Federal apreendeu R$ 250 mil em dinheiro, em diversos endereços, além de seis carros de luxo. Os presos faziam parte da cúpula do Conselho Federal de Odontologia, e os mandados foram expedidos pelo juízo da 3ª Vara Federal Criminal do Rio.
As investigações indicaram que esses profissionais recebiam diárias indevidas, restituições de despesas indevidas, assim como verbas indenizatórias em valores substanciais, sem comprovação dos documentos (ABr).

Mais artigos...

  1. Geral 14/06/2016
  2. Geral 11 a 13/06/2016
  3. Geral 10/06/2016
  4. Geral 09/06/2016
  5. Geral 08/06/2016
  6. Geral 07/06/2016
  7. Geral 04 a 06/06/2016
  8. Geral 03/06/2016
  9. Geral 02/06/2016
  10. Geral 01/06/2016
  11. Geral 31/05/2016
  12. Geral 26 a 30/05/2016
  13. Geral 25/05/2016
  14. Geral 24/05/2016
  15. Geral 21 a 23/05/2016
  16. Geral 20/05/2016
  17. Geral 19/05/2016
  18. Geral 18/05/2016
  19. Geral 17/05/2016
  20. Geral 14 a 16/05/2016
  21. Geral 13/05/2016
  22. Geral 12/05/2016
  23. Geral 11/05/2016
  24. Geral 10/05/2016
  25. Geral 07 a 09/05/2016
  26. Geral 06/05/2016
  27. Geral 05/05/2016
  28. Geral 04/05/2016
  29. Geral 03/05/2016
  30. Geral 30/04 a 02/05/2016
  31. Geral 29/04/2016
  32. Geral 27/04/2016
  33. Geral 26/04/2016
  34. Geral 21 a 25/04/2016
  35. Geral 20/04/2016
  36. Geral 19/04/2016
  37. Geral 16 a 18/04/2016
  38. Geral 15/04/2016
  39. Geral 14/04/2016
  40. Geral 13/04/2016
  41. Geral 12/04/2016
  42. Geral 09 a 11/04/2016
  43. Geral 08/04/2016
  44. Geral 07/04/2016
  45. Geral 06/04/2016
  46. Geral 05/04/2016
  47. Geral 02 a 04/04/2016
  48. Geral 01/04/2016
  49. Geral 31/03/2016
  50. Geral 30/03/2016
  51. Geral 29/03/2016
  52. Geral 25 a 28/03/2016
  53. Geral 24/03/2016
  54. Geral 23/03/2016
  55. Geral 22/03/2016
  56. Geral 19 a 21/03/2016
  57. Geral 18/03/2016
  58. Geral 17/03/2016
  59. Geral 16/03/2016
  60. Geral 15/03/2016
  61. Geral 12 a 14/03/2016
  62. Geral 11/03/2016
  63. Geral 10/03/2016
  64. Geral 09/03/2016
  65. Geral 08/03/2016
  66. Geral 05 a 07/03/2016
  67. Geral 04/03/2016
  68. Geral 03/03/2016
  69. Geral 02/03/2016
  70. Geral 01/03/2016
  71. Geral 27 a 29/02/2016
  72. Geral 26/02/2016
  73. Geral 25/02/2016
  74. Geral 24/02/2016
  75. Geral 23/02/2016
  76. Geral 20 a 22/02/2016
  77. Geral 19/02/2016
  78. Geral 18/02/2016
  79. Geral 17/02/2016
  80. Geral 16/02/2016
  81. Geral 13 a 15/02/2016
  82. Geral 12/02/2016
  83. Geral 11/02/2016
  84. Geral 06 a 10/02/2016
  85. Geral 05/02/2016
  86. Geral 04/02/2016
  87. Geral 03/02/2016
  88. Geral 02/02/2016
  89. Geral 30/01 a 01/02/2016
  90. Geral 29/01/2016
  91. Geral 28/01/2016
  92. Geral 27/01/2016
  93. Geral 23 a 26/01/2016
  94. Geral 22/01/2016
  95. Geral 21/01/2016
  96. Geral 20/01/2016
  97. Geral 19/01/2016
  98. Geral 16 a 18/01/2016
  99. Geral 15/01/2016
  100. Geral 14/01/2016

Rua Vergueiro, 2949, 12º andar – cjto 121/122
04101-300 – Vila Mariana – São Paulo - SP

Contato: (11) 3043-4171