Emprego doméstico volta a crescer na Grande São Paulo

Em 2016, a criação de ocupações nos serviços domésticos aumentou 3,4%.

Após três anos com redução, a parcela de trabalhadoras domésticas no total de mulheres ocupadas voltou a crescer em São Paulo

Em 2016, a criação de ocupações nos serviços domésticos aumentou 3,4%, o que alterou a parcela de trabalhadoras nesse segmento, que cresceu de 13,1%, em 2015, para 14,1%, em 2016.
Os dados são da Pesquisa de Emprego e Desemprego (PED) na região metropolitana de São Paulo, feita anualmente pela Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados (Seade) e pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese).
Em 2015 as mensalistas com carteira assinada representavam a maior proporção dessas trabalhadoras (42,8%), mas em 2016 a posição passou a ser ocupada pelas diaristas (43%). Já a parcela de mensalistas sem carteira ficou relativamente estável, ao passar de 17,7%, em 2015, para 17,6%, em 2016.
O levantamento mostra também que aumentou o percentual de diaristas com carteira de trabalho assinada e diminuiu o de mensalistas. Em 2015, as mensalistas com carteira assinada representavam a maior proporção dessas trabalhadoras (42,8%). Mas, em 2016, a situação se inverteu, e as diaristas passaram a ser maioria (43%).
Já a parcela de mensalistas sem carteira assinada em 2016 ficou relativamente estável com 17,6%. No ano de 2015 a proporção foi 17,7%.
Outro dado da pesquisa revela que, após 11 anos com expansão, diminuiu o rendimento médio real por hora das mensalistas com carteira e das diaristas.
De 2015 para 2016, houve redução de 8,3% para as mensalistas com carteira assinada, que passaram a receber, em média, R$ 7,43 por hora e de 4% entre as diaristas, cuja remuneração média passou a ser de R$ 10,26 por hora. Segundo o levantamento, 86,2% das mensalistas sem carteira assinada não contribuíram para a Previdência Social no ano passado. Entre as diaristas, 76,7% delas não contribuíam para a Previdência, em 2016.
As mulheres correspondiam a pouco menos da metade (46,1%) do total de ocupados na região metropolitana de São Paulo em 2016, mas representavam quase a totalidade dos trabalhadores domésticos (96,9%), realizando, principalmente, atividades de serviços gerais, contratadas com ou sem carteira de trabalho assinada, ou trabalhando como diaristas. Ocupações cuidadora de idosos, que demandam alguma especialização e maior remuneração, ainda constituem uma pequena parcela do segmento (ABr).

Nasa anuncia descoberta de novo planeta que pode abrigar vida

Sete mundos alienígenas do tamanho da Terra orbitam a mesma pequena e fraca estrela.

A Nasa anunciou ontem (19) um novo planeta externo ao Sistema Solar, os chamados exoplanetas, que mais tem probabilidade de abrigar vida. Batizado de LHS1140b, o planeta é rochoso está na distância correta de sua estrela para ter um clima ameno e água líquida. Descrito pela revista “Nature”, o planeta é um pouco maior do que a Terra e está a 39 anos-luz. Ele foi descoberto pelos pesquisadores liderados por Jason Dittmann, do centro norte-americano Harvard-Smithsonian para Astrofísica.
A característica que torna o LHS1140b o mais fascinante dos planetas descobertos até agora é a posição que ocupa próximo a sua estrela, chamada de LHS1140. Essa última é um pouco menor e mais fria em relação ao Sol e o planeta está no meio da chamada “zona habitável” para a vida. “É o exoplaneta mais emocionante que já vimos nos últimos 10 anos”, disse Dittmann à revista. “Dificilmente poderia ser encontrado um objetivo melhor para procurar vida além da Terra”, acrescentou o pesquisador.
Também para Raffaele Gratton, do Observatório de Pádua do Instituo Nacional de Astrofísica (Inaf), esse é um planeta muito interessante. O próximo objetivo, destacou Gratton, será observar a sua atmosfera para “ver, por exemplo, se ele é dominado por vapor de água, como ocorre na Terra, ou por dióxido de carbono, como na atmosfera de Marte ou de Vênus”. Para o especialista, embora a presença de água no novo planeta “não seja a arma fumegante da existência da vida, ela nos dá uma boa indicação” sobre as condições locais.
O novo astro foi localizado graças aos telescópios Mearth-South Array, do Chile, o novo planeta está inserida na constelação de Cetus. Estima-se que ele tenha um diâmetro 1,4 maior do que a Terra, mas a sua massa pode ser até sete vezes maior, o que o tornaria muito denso. Isso implica que esse novo mundo poderia ser facilmente feito de rocha, com um núcleo de ferro muito denso. Entre os planetas potencialmente habitáveis, “esse é o mais fácil de estudar com os atuais instrumentos”, acrescentou Gratton.
O planeta LHS1140b, continua, “gira em torno de uma estrela mais brilhante que Trappist 1 e isso permite que o estudemos melhor enquanto passa em frente ao seu astro”. Essa é ainda uma vantagem sobre o Proxima B, que não permite observação da Terra quando passa por sua estrela. (ANSA/COM ANSA).

Lançado projeto de inclusão social no Rio de Janeiro

Divulgação

O Ministério do Esporte lançou na manhã de ontem (19), na Ilha do Governador, no Rio de Janeiro, um programa para inclusão social que utilizará, entre outros espaços, equipamentos construídos para os Jogos Olímpicos Rio 2016. O Projeto ‘Esporte e Cidadania para Todos’ será desenvolvido em 56 núcleos de esporte educacional, contemplando diferentes modalidades.
As atividades do projeto serão destinadas a crianças, adolescentes e jovens em vulnerabilidade social, na faixa etária de 6 a 21 anos de idade. O projeto visa atender a cerca de 5,6 mil participantes. De acordo com o secretário nacional de Esporte do ministério, Leandro Fróes, é fundamental que todos os jovens tenham oportunidades com essa. “O sucesso agora vai depender do trabalho de cada profissional que trabalhar neste projeto, além da força de vontade e do afinco de cada interno e aluno do sistema que participar.”
Segundo o ministério, o projeto é um legado social da Rio 2016. “Esses projetos utilizarão os equipamentos olímpicos, como é o caso do Parque Olímpico, que receberá dois núcleos desse projeto”, disse Fróes. Modalidades olímpicas como futebol, judô, basquete, entre outros estão entre as atividades oferecidas, segundo o secretário (ABr).

Trump deve receber Temer

Divulgação

O presidente Michel Temer deve ser recebido por
Donald Trump nos Estados Unidos ainda em 2017. É o que disse o embaixador do Brasil em Washington, Sergio Amaral, acrescentando que os dois governos estão negociando a data. O encontro poderia ocorrer em setembro, durante a assembleia-geral das Nações Unidas, que acontece anualmente em Nova York.
“Haverá uma reunião neste ano, as relações estão muito boas”, garantiu o diplomata, durante um seminário na Universidade George Washington, na capital dos EUA. Ainda segundo Amaral, Trump e Temer já se falaram por telefone em duas ocasiões, e as conversas foram “muito positivas”. Um dos temas do possível encontro será a busca por uma solução pacífica para a crise na Venezuela.
Até o momento, o único líder latino-americano a ser recebido pelo republicano foi o presidente do Peru, Pedro Pablo Kuczynski, em fevereiro. Já o mandatário da Argentina, Mauricio Macri, visitará a Casa Branca no próximo dia 27. (ANSA/COM ANSA).

Arqueólogos encontram 6 múmias em túmulo de faraó

Divulgação

Um grupo de arqueólogos encontrou seis múmias, sarcófagos de madeira e mais de mil estátuas em uma antiga tumba que pertenceu à faraós no sul do Egito, anunciou o ministério das Antiguidades. O túmulo, na margem ocidental do Rio Nilo, próximo à cidade de Luxor, foi construído para o Userhat, um magistrado durante o Império Novo, entre os anos 1.550 e 1.295 a. C, que possuía o título de “juiz da cidade”, segundo informou as autoridades.
“Foi uma surpresa encontrar tantos elementos dentro: utensílios de argila com o nome do proprietário do túmulo, vários sarcófagos e múmias, assim como mais de mil ushebti [pequenas estatuetas funerárias]”, afirmou o ministro das Antiguidades, Khaled Al Anani. Durante uma visita ao túmulo organizada para a imprensa, Anani ressaltou que foi “uma descoberta importante, e não está terminada”, ressaltou. O local possui um pátio aberto, que leva a dois salões.
Conhecido por Vale dos Reis, a estrutura foi o principal abrigo de sepulturas de faraós e nobres no Egito por quase 500 anos, até o século XI a.C. Recentemente, o Egito aprovou diversos projetos arqueológicos com a esperança de fazer novas descobertas (ANSA/COM ANSA).

PF desarticula grupo que fraudava o seguro-desemprego

Cerca de 60 agentes da Polícia Federal (PF) cumpriram na manhã de ontem (19) mandados judiciais na operação que objetiva de desarticular organização criminosa especializada em fraudes no seguro-desemprego. Os mandados foram autorizados pela 1ª Vara Federal da Subseção Judiciária de Anápolis, em Goiás. Foram cumpridos oito mandados de prisão preventiva, dois de condução coercitiva, quando apessoa é levada para a delegacia para depor e, em seguida, é liberada, seis de busca e apreensão.
As ações da PF ocorreram nas cidades de Anápolis e Caldas Novas, em Goiás; Nova Lima, em Minas Gerias; São Félix do Araguaia, no Mato Grosso; e Redenção, no Pará. Segundo a PF, os crimes “contavam com a colaboração de prepostos do Ministério do Trabalho e agente púbicos cooptados pelo grupo criminoso para alterarem os endereços dos verdadeiros beneficiários, a fim de desviar cartões”.
De acordo com as investigações, os integrantes da quadrilha usavam os cartões para sacar o dinheiro das vítimas em agências lotéricas. A PF estima que a quadrilha tenha desviado mais de R$ 3 milhões em benefícios (ABr).

 
 
Mais Lidas