Venda de armas aumentou no mundo, mostra relatório internacional

Os cinco maiores exportadores de armas concentram 74% do volume total de vendas.

O fluxo de armamentos em direção à Ásia, à Oceania e ao Oriente Médio aumentou nos últimos cinco anos, de acordo com relatório publicado ontem (20) pelo Instituto Internacional de Pesquisa pela Paz de Estocolmo (Sipri), na sigla em inglês

Os cinco maiores exportadores de armas são os Estados Unidos, a Rússia, a China, a França e a Alemanha, que concentram, sozinhos, 74% do volume total de vendas de armas. As importações de armas pelos países da Ásia e da Oceania aumentaram 7,7%. O documento compara os períodos de 2007 a 2011 e de 2012 a 2016.
A Índia é o maior importador mundial de armas, com 13% do total. Um destaque é o Vietnã, que passou do 29° para o 10° lugar, com aumento de 202%. O relatório revela ainda que as transferências de armamento pesado entre 2012 e 2016 atingiram o maior volume desde o fim da Guerra Fria.
No Oriente Médio, as importações de armas dobraram e aumentaram 86%, representando 29% do total mundial. Os países que mais adquiriram armamento na região foram a Árabia Saudita e o Catar, com aumento de 212% e 245%, respectivamente.
“Nos últimos cinco anos, a maior parte dos estados do Oriente Médio busca, com as importações da Europa e dos Estados Unidos, acelerar sua capacidade militar”, disse Pieter Wezeman, pesquisador principal do programa Armas e Despesas Militares, do Sipri. “Apesar da diminuição do preço do barril do petróleo, os países da região continuaram a encomendar mais armas do que em 2016. Eles consideram a medida um instrumento essencial para enfrentar conflitos e tensões regionais.”
Os Estados Unidos continuam sendo o principal exportador, fornecendo armas para pelo menos 100 países em todo o mundo. A Rússia representa 23% das exportações mundiais, sendo que 70% do seu armamento vendido são destinados para a Índia, o Vietnã, a China e a Argélia. A China exporta de 3,8% a 6,2%, a França e a Alemanha, 6% e 5,6%. Outro destaque do relatório é a diminuição da compra de armas em 19% pela Colômbia, possivelmente por conta do acordo de paz com as Farc, e um aumento de 184% no México (Radio France Internationale).

Como são enquadrados os diferentes crimes de homicídios

No Código Penal Brasileiro, o homicídio é abordado nos artigos 121 a 128.

O Brasil ocupa atualmente o primeiro lugar no ranking mundial de homicídios, com o registro de mais de 59 mil assassinatos em 2014. Apesar de o resultado ser sempre a morte de alguém, esse crime tem diferentes classificações e punições a partir de alguns aspectos envolvidos. No Código Penal Brasileiro, o homicídio é abordado nos artigos 121 a 128 e está incluído entre os crimes contra a pessoa e no capítulo dos crimes contra a vida.
Homicídio simples – O crime se refere à ação de matar alguém sem agravantes cruéis (qualificadoras) ou sem domínio de violenta emoção (privilegiado). A classificação depende das condições, das intenções e dos meios utilizados pelo autor. Cada caso é tratado de maneira particular e a pena prevista varia de seis a 21 anos de prisão.
Homicídio culposo – De acordo com o Código Penal, esse crime ocorre quando há culpa, mas não intenção de matar, caso de um acidente de trânsito. A punição varia de um a três anos de detenção. Haverá aumento da pena caso o autor não preste socorro imediato à vítima ou fuja para não ser preso em flagrante.
Homicídio qualificado – Trata-se do crime cometido em troca de incentivo financeiro, por motivo irrelevante, por discriminação sexual, racial ou religiosa, quando ocorre de maneira premeditada ou por meio de emboscada que impeça a possibilidade de defesa da vítima. Os crimes com requintes de crueldade, em que a vítima é torturada, asfixiada ou queimada antes de ser morta, também se enquadram nessa categoria. A pena varia de 12 e 30 anos de reclusão.
Homicídio privilegiado – Esse tipo de homicídio engloba crimes motivados por valores sociais comuns, compaixão, piedade ou quando o autor está sob domínio de violenta emoção. Por exemplo, o pai que, tomado pela emoção de ver o filho assassinado, mata o autor do crime em seguida. Os casos de legítima defesa também se encaixam nessa categoria. As penas podem ser reduzidas caso o juiz entenda tratar-se desse tipo de homicídio (Ag.CNJ de Notícia).

Telefone de Adolf Hitler é leiloado

Telefone temporario

O telefone que pertencia a Adolf Hitler foi vendido em leilão por US$ 243 mil. O lance inicial para a compra era de US$ 100 mil. O aparelho, que foi encontrado no bunker do ditador alemão, foi guardado em uma caixa que até o momento tinha sido mantida dentro de uma casa de campo inglesa.
O telefone foi vendido pela casa de leilões Alexander Historical Auctions, em Cheasapeker City, no estado norte-americano de Maryland. No entanto, o nome do comprador não foi informado. Durante sua apresentação aos possíveis compradores, o aparelho telefônico foi descrito como “uma das armas mais destrutívas de todos os tempos, que causou a morte de milhares de pessoas”.
Inicialmente na cor preta, o telefone de Hitler foi pintado de vermelho antes do leilão e teve o nome do nazista gravado sobre ele, juntamente à suástica, emblema oficial do Partido Nacional-Socialista alemão, símbolo do nazismo (ANSA).

Mais de 100 mil se reúnem para ver o ‘Voo do Anjo’ em Veneza

O grande número de pessoas fez com que as autoridades reforçassem a segurança.

Cerca de 115 mil pessoas compareceram à Praça San Marco, em Veneza, para assistir ao “Voo do Anjo”, que abre oficialmente as comemorações do carnaval veneziano. Sob chuva de confetes, a italiana Claudia Marchiori, 22 anos, vestida com um vestido laranja e coberta de flores, “voou” do campanário da praça até o palco. “Uma emoção fantástica e única”, disse Marchiori após a encenação.
Assim como acontece todos os anos durante o Carnaval de Veneza, o “Voo do Anjo” de 2017 foi cenográfico e empolgante. O grande número de pessoas fez com que as autoridades reforçassem a segurança também no Tronchetto e Piazzale Roma, locais vizinhos à praça. Além disso, portões com detector de metais foram instalados nos principais acessos à San Marco.
O próximo acontecimento do carnaval veneziano será o Voo da Águia, no próximo domingo(26), com a presença da apresentadora de televisão italiana Melissa Satta, no qual será anunciada a “Maria” do Carnaval de Veneza 2018, que será o “anjo” do ano seguinte (ANSA).

Secretário de Defesa dos EUA desmente Trump

Secretário de Defesa dos Estados Unidos, James Mattis.

O secretário de Defesa dos Estados Unidos, James Mattis, fez uma visita surpresa ao Iraque ontem (20). Antes de partir, ele desmentiu o presidente Donald Trump para tentar “acalmar” os ânimos dos iraquianos. “Não queremos tomar o petróleo iraquiano. Acredito que todos nós nesta sala, todos nós nos EUA, sempre pagamos pelo gás e pelo petróleo e estou seguro que continuaremos a fazê-lo no futuro”, disse Mattis ao chegar em Bagdá.
Um dia após tomar posse como presidente, Trump afirmou que o país “deveria pegar o óleo iraquiano”. “Talvez tenhamos outra chance”, disse durante uma visita aos escritórios da CIA. Em outra entrevista, dessa vez para a emissora “ABC”, o republicano afirmou que queria pegar o petróleo do Iraque e disse que “você não teria o Estado Islâmico [EI, ex-Isis] se nós tivéssemos pegado o óleo”.
Outro ponto importante da visita de Mattis ao Iraque é a tentativa de proibição na entrada de imigrantes de sete países - incluindo o território iraquiano - nos EUA. Apesar de estar suspensa agora, a proibição causou revolta em Bagdá porque muitos iraquianos trabalham como informantes ou ajudantes dos militares norte-americanos no país em combate contra grupos terroristas (ANSA).