ISSN: 2595-8410 Contato: (11) 3043-4171

Presídios femininos têm 466 grávidas ou lactantes

Dados do Cadastro Nacional de Presas Grávidas e Lactantes, criado e mantido pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), apontam que, entre as mulheres presas no Brasil, 466 estão grávidas ou são lactantes.

Presidios temporario

Do total, 294 eram gestantes e 172 amamentam seus filhos em estabelecimentos penais. Foto: Luiz Silveira/Agência CNJ

Os dados são relativos a setembro e representam aumento de 10% em relação ao mês anterior. Do total, 294 eram gestantes e 172 amamentam seus filhos em estabelecimentos penais.

O sistema acompanha continuamente a situação das detentas nessas condições e, a partir de dados encaminhados pelos tribunais de Justiça, é atualizado mensalmente. São Paulo é o estado que abriga o maior número de presas gestantes ou lactantes, respectivamente 107 e 57. O Ceará ocupa o segundo lugar, com 25 grávidas e 13 lactantes, enquanto Minas Gerais tem 12 gestantes e 27 lactantes.

Entre janeiro e maio, uma equipe do CNJ, coordenada pela juíza Andremara Santos, esteve em 34 estabelecimentos penais, em 26 unidades da Federação, para ver de perto a situação dos locais que abrigam mulheres privadas de liberdade grávidas ou lactantes. O CNJ encontrou mães e crianças em acomodações precárias e com alimentação inadequada. Constatou-se também, em algumas unidades, a falta de acesso ao atendimento por ginecologistas.

O levantamento apontou que 75% dos estabelecimentos penais apresentavam condições gerais de conservação inadequadas. Na maioria das unidades (79,4%), as gestantes também recebiam acompanhamento psicológico. De acordo com o relatório, todos os partos foram realizados em hospitais fora das unidades prisionais.

Durante as visitas, foram encontradas 33 crianças sem Registro de Nascimento e 10 sem a vacinação adequada. A respeito do destino das crianças após o período que podem permanecer com as mães no presídio, a maioria (92%) é encaminhada à família de um dos genitores. A partir do resultado e da análise dos dados colhidos em todo o Brasil, o CNJ editou Resolução que estabelece princípios e diretrizes para o acompanhamento das mulheres mães e gestantes privadas de liberdade (Thaís Cieglinski/Ag.CNJ de Notícias).

Papa se diz disponível a visitar Coreia do Norte

Papa temporario

Papa Francisco com o presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in. Foto: EPA

O papa Francisco expressou sua disponibilidade para viajar à Coreia do Norte, ao afirmar que "certamente" dará uma resposta caso seja convidado "oficialmente" pelo regime de Kim Jong-un. O líder da Igreja Católica se reuniu ontem (18), no Vaticano, com o presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, que levou um "convite verbal" de Kim.
O papa disse: 'Darei uma resposta se chegar um convite oficial e se eu puder ir", revelou o porta-voz de Moon, Yoon Young-chan.

O presidente do partido do chefe de Estado sul-coreano, Lee Hae-chan, já havia dito nesta semana que a visita de Francisco poderia ocorrer na próxima primavera do Hemisfério Norte, entre março e junho de 2019. Segundo nota da sala de imprensa da Santa Sé, o Pontífice expressou seu "apreço" pelos esforços para superar as tensões ainda existentes na Península Coreana.

"Foram destacadas as boas relações bilaterais e a contribuição positiva que a Igreja oferece em âmbito social, educativo e sanitário, assim como para a promoção do diálogo e da reconciliação entre os coreanos", acrescenta o comunicado. A nota, no entanto, não faz referência ao "convite verbal" de Kim Jong-un. Francisco visitou a Coreia do Sul em 2014 e celebrou uma missa em Seul pela reunificação com o Norte (ANSA).

Intervenção no Rio tem 80% de 'aceitação' entre carentes

Agência Brasil

A significativa melhora nos índices de segurança pública no Rio de Janeiro, após a intervenção das Forças Armadas, e a melhora em todos os indicadores de criminalidade no estado demonstram o acerto das medidas implementadas, afirmou ontem (18) o general Braga Netto, comandante militar do Leste e responsável pela intervenção. Ele participou ontem (18) da solenidade em que o Gabinete de Intervenção Federal entregou armamentos à Seap e à Polícia Militar.

“Estes resultados [da intervenção no combate à criminalidade] beneficiam, principalmente, a população desassistida do estado, extrato social em que o trabalho [das forças de segurança] alcança os maiores índices de aceitação, hoje da ordem de 80%”, disse. A aquisição de armamentos modernos e eficazes alia-se ao objetivo estratégico do Plano de Intervenção Federal de recuperar a capacidade operativa dos órgãos de segurança pública do estado.

Para Braga Neto, já é perceptível a melhora da sensação de segurança e da queda consistente dos índices de violência. “Tudo isso resultará invariavelmente em um ambiente mais seguro e estável, tão desejado pela população do nosso estado”. O governador Luiz Fernando Pezão ressaltou também a melhora de todos os índices de criminalidade e se disse seguro de que, até dezembro, resultados ainda mais significativos serão apresentados em decorrência da integração das forças de segurança pública do estado com as Forças Armadas.

Sobre a continuidade dos trabalhos do Gabinete de Intervenção Federal, Pezão disse que, se vier a ser ouvido pelo seu sucessor no governo do estado, vai pedir “muito” para que ele continue com essa integração com as Forças Armadas. “A integração é fundamental. Se eu estivesse disputando uma eleição e visse os resultados que estamos colhendo, não deixaria que esta parceria e cooperação terminasse”, disse o governador.

Capacete de Senna leiloado em plataforma online

Capacete temporario

Valor estimado do objeto é de 150 mil euros. Foto: ANSA

Um capacete utilizado pelo piloto brasileiro Ayrton Senna no Grande Prêmio de Zandvoort, na Holanda, em 1985, com valor estimado de 150 mil euros, está sendo leiloado pelo site Catawiki até o próximo dia 28. O leilão ainda inclui um conjunto de luvas de corrida amarelas, outros dois capacetes, além de uma macacão original.
"Sobre as luvas, existem numerosas manchas de óleo, um sinal claro de quanto elas foram usadas. Então, quem arrematá-las vai começar a se sentir perto de Ayrton Senna", explicou o especialista da Catawiki, Marc Jans, segundo o qual é extremamente "raro encontrar capacetes similares no mercado, principalmente porque remonta ao início da carreira de Senna".

Ayrton Senna da Silva é considerado um verdadeiro ícone na história da Fórmula 1. Junto com a McLaren, foi campeão mundial em 1988, 1990 e 1991. Ele foi também vice-campeão no controverso campeonato de 1989 e em 1993. Sua morte no dia 1 de maio de 1994, em Ímola, na Itália, assim como o funeral e velório, provocou uma das maiores comoções da história do Brasil, bem como repercussão mundial (ANSA).

Cartões do Enem serão liberados na segunda-feira

Agência Brasil

Os cartões de confirmação do Enem 2018 de mais de 5 milhões de inscritos serão liberados na próxima segunda-feira (22) pelo Inep. Com o documento, que pode ser obtido na página do participante, será possível verificar o local onde cada candidato fará as provas.
A recomendação da pasta é que cada estudante conheça o melhor trajeto para chegar ao lugar sem imprevistos.

Além do local, o cartão também indica número de inscrição, data e horários das provas, detalhes sobre atendimentos e recursos de acessibilidade – se foi solicitado –, e o idioma estrangeiro escolhido.
A assessoria do Inep afirmou que não há casos de inscritos que não encontram seus cartões ou de informações equivocadas. Havendo algum problema, o estudante pode entrar em contato com os canais de atendimento do MEC pelo telefone 0800616161 ou pelo link Fale Conosco, no site da pasta, para que a demanda seja verificada.

As provas serão aplicadas nos dias 4 e 11 de novembro em todo o país. No primeiro dia (4), serão aplicadas as provas de linguagem, ciências humanas e redação. A aplicação terá cinco horas e meia de duração. No segundo dia (11), haverá provas de ciências da natureza e matemática. Os estudantes terão cinco horas para resolver as questões.

Ginecologista alerta sobre violência contra mulheres

Agência Brasil

O novo presidente da Federação Internacional de Ginecologia e Obstetrícia (Figo), médico boliviano Carlos Fuchtner, disse ontem (18), no Rio de Janeiro, que vai fazer uma plataforma para atingir o público, alertando sobre os direitos das mulheres. Ele assumiu o cargo para o triênio 2019/2021 e está participando, desde o último dia 14, do Congresso Mundial da Figo, no Riocentro, no Rio.

“A gente vai mandar mensagens para a população ficar sabendo que a violência contra a mulher é um atentado contra os direitos dela. E elas vão poder exigir união dos diferentes atores públicos e privados e da justiça para que isso não aconteça. Nós vamos transmitir à população que não haja violência contra as mulheres e onde elas vão poder recorrer em busca de solução para esse problema. Isso será levado ao conhecimento [público]”, afirmou.

Ginecologista, obstetra e oncologista formado pela Universidade de Campinas, Fuchtner morou no Brasil oito anos. Ele admitiu que a luta contra a violência contra a mulher não será vencida de imediato. “Não é fácil. É uma questão que dará resultados em dois, três ou cinco anos porque a gente tem que mudar a mentalidade para a geração futura”, finalizou.

Rua Vergueiro, 2949, 12º andar – cjto 121/122
04101-300 – Vila Mariana – São Paulo - SP

Contato: (11) 3043-4171