Cartão de crédito é extensão de renda para 20% de seus usuários

Cartão temporarioo

Embora o cartão de crédito seja a modalidade de crédito mais popular entre os brasileiros, ele vem se tornando um problema para uma parcela dos consumidores

Uma pesquisa do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e da Confederação Nacional de Diretores Lojistas (CNDL) aponta que um em cada cinco usuários de cartão de crédito (20%) utilizam o meio de pagamento como extensão da própria renda. Ou seja, acabam recorrendo a esse tipo de crédito para continuar comprando quando o salário do mês acaba e, assim, adiar o pagamento.
Para a economista-chefe do SPC Brasil, Marcela Kawauti, o grande perigo de achar que o cartão de crédito funciona como renda complementar é o endividamento, porque muitos perdem controle dos gastos e compram além do que conseguem pagar quando a fatura chega. “É preciso cuidado. Se o dinheiro que o consumidor dispõe já não está sendo suficiente para cobrir os atuais gastos, certamente não será o bastante para pagar as despesas do mês seguinte, quando terá de arcar com a fatura do cartão de crédito e também quitar as contas do mês”, alerta a economista.
Por outro lado, 44% dos entrevistados que utilizam o cartão afirmaram usá-lo apenas em casos de necessidades pontuais ou imprevistos, ao passo que 38% o fazem para parcelar as compras e 34% para facilitar o pagamento na internet. “Se bem empregado, o cartão é uma maneira inteligente de concentrar as compras realizadas durante o mês em uma única conta, possibilitando um melhor controle dos gastos”, observa o educador financeiro do portal ‘Meu Bolso Feliz’, José Vignoli.
O levantamento mostra ainda que quatro em cada dez consumidores (41%) usuários de cartão já deixaram de fazer compras em estabelecimentos por não aceitarem essa forma de pagamento, sendo que destes 41% deixaram de ir a bares, restaurantes e lanchonetes, 35% não compraram com ambulantes e 19% desistiram de abastecer em postos de combustível. Outros 27% acabaram pagando suas compras de outra forma (SPC/CNDL).

Harry Kane, do Tottenham, é o jogador mais caro do mundo

Harry temporario

O atacante do Tottenham e da seleção inglesa Harry Kane é o jogador mais valioso do mundo, segundo um estudo revelado pelo o Observatório Internacional de Estudos do Esporte (Cies). A entidade usa um algoritmo para calcular o potencial monetário dos atletas em uma próxima janela de transferências.
De acordo com a lista, Kane está custando atualmente 201,2 milhões de euros, o dobro do astro português Cristiano Ronaldo, que está em 24º, com 103,4 milhões de euros. O jogador inglês de 24 anos é seguido no ranking por Neymar, do Paris Saint-Germain (PSG), com 195,7 milhões de euros, e por Kylian Mbappé, também do PSG, que está valendo 186,5 milhões de euros. O craque argentino Lionel Messi, do Barcelona, aparece em quarto lugar, com 184,2 milhões de euros.
Entre os jogadores italianos, o mais bem posicionado é o atacante Lorenzo Insigne, do Napoli, que está na 23ª posição com 104,2 milhões de euros. No top 100 ainda estão elencados Ciro Immobile (40º), da Lazio, Gianluigi Donnarumma (73º), do Milan, Federico Chiesa (78º), da Fiorentina, Andrea Belotti (99º), do Torino, e por fim, Lorenzo Pellegrini (100º), da Roma.
Considerado um dos atacantes mais efetivos do mundo, Kane foi revelado pelo próprio Tottenham, mas tem passagens por Leyton Orient, Millwall, Norwich City e Leicester City. O jogador de 24 anos será o capitão da seleção inglesa na Copa do Mundo de 2018, na Rússia. Confira o top 10:
1 - Harry Kane, Tottenham (ING) - 201,2 milhões de euros
2 - Neymar, PSG (FRA) - 195,7 milhões de euros
3 - Kylian Mbappé, PSG (FRA) - 186,5 milhões de euros
4 - Lionel Messi, Barcelona (ESP) - 184,2 milhões de euros
5 - Mohammed Salah, Liverpool (ING) - 171,3 milhões de euros
6 - Dele Alli, Tottenham (ING) - 171 milhões de euros
7 - Kevin de Bruyne, Manchester City (ING) - 167,2 milhões de euros
8 - Antoine Griezmann, Atlético de Madrid (ESP) - 164,5 milhões de euros
9 - Paulo Dybala, Juventus (ITA) - 164,2 milhões de euros
10 - Romelu Lukaku, Manchester United (ING) - 163,4 milhões de euros (ANSA).

Árvore mais antiga da Europa ‘é italiana’

Árvore temporario

A árvore mais antiga da Europa é italiana, segundo um estudo publicado na revista norte-americana “Ecology”, da “Ecological Society of America”.
Trata-se de um pinus heldreichii (pinheiro) de 1.230 anos de idade e que fica no Parque Nacional Pollino, entre as regiões da Calábria e Basilicata, no sul da Itália. A árvore foi batizada de “Italus”.
A pesquisa foi realizada “com um método inovador, que combina a dendrocronologia [estudo que determina a idade das árvores a partir dos círculos de seus troncos] e a datação com radiocarbono de mostras de troncos e raízes”, diz um comunicado do Parque Pollino. Além disso, o parque também informou que, “nos últimos cinco anos, conduziu uma série de estudos sobre o pinheiro para melhorar o conhecimento da espécie” (ANSA).

Acidentes rodoviários mostram atraso de 35 anos

Rodovias federais policiadas matam mais de 20 pessoas por dia. Estudo indica que os acidentes estão relacionados com a qualidade das rodovias e traz os 100 trechos que concentram o maior número de mortes.
Entre 2007 e 2017, apenas em rodovias federais policiadas foram registrados 1,65 milhão de acidentes, média de 411,3 por dia. No mesmo período, 83.481 pessoas morreram nessas, o que corresponde a mais de 20 mortes por dia. Essas estatísticas indicam que o Brasil apresenta um atraso de 35 anos em relação aos países desenvolvidos onde quantidade semelhante de mortes e de acidentes rodoviários era um problema do início da década de 1980.
Estes são alguns dos resultados do estudo Transporte rodoviário: acidentes rodoviários e a infraestrutura divulgado hoje pela CNT (Confederação Nacional do Transporte). O documento apresenta os principais fatores que contribuem para a ocorrência dos acidentes e faz uma relação entre eles as características da infraestrutura rodoviária existente nos locais das ocorrências.
O estudo é baseado no registro de acidentes com vítimas ocorridos em rodovias federais de todo o país realizados Polícia Rodoviária Federal e nos resultados da Pesquisa CNT de Rodovias 2017. O trabalho da CNT também aponta a frequência e a gravidade dos acidentes segundo o tipo infraestrutura existente, mapeando, ainda, os 100 trechos rodoviários onde se concentram o maior número de mortes.
“Este estudo comprova que há uma forte relação entre os acidentes e a qualidade das rodovias. São dados consistentes que, ais uma vez, comprovam a necessidade de realização de fortes investimentos em infraestrutura de transporte”, afirma o presidente da CNT, Clésio Andrade (Ag.CNT).

Igreja exclui possibilidade de ter mulheres sacerdotisas

Igreja temporario

O prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé do Vaticano, Luis Ladaria, recém-indicado como cardeal, disse que a Igreja Católica exclui a possibilidade de ter mulheres sacerdotisas. “Cristo quis entregar o sacramento aos 12 apóstolos, todos homens, que, por sua vez, o comunicaram a outros homens”, escreveu o espanhol em um artigo para o jornal oficial do Vaticano, “L’Osservatore Romano”.
“A Igreja sempre se viu vinculada a essa decisão do Senhor, a qual exclui que o sacerdócio ministerial possa ser validamente conferido às mulheres”, acrescentou no texto, cujo título é ‘O caráter definitivo da doutrina do Ordinatio sacerdotalis’. “Trata-se de uma verdade que pertence ao patrimônio da fé”, ressaltou Ladaria.
Ainda de acordo com ele, a Igreja se “preocupa quando vê surgir em alguns países vozes que colocam em dúvida o caráter permanente dessa doutrina”. No entanto, o prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé reconhece que tal solidez poderia ser alterada por algum papa ou “anulada” por algum concílio, mas que isso seria uma tarefa difícil, pois é algo que “não foi determinado por Deus”.
Em 2016, Francisco criou uma Comissão de Estudos sobre Diaconisas, abrindo a possibilidade de as mulheres aumentarem suas funções na Igreja. No entanto, as análises ainda não foram concluídas. “De qualquer maneira, a diferença de funções entre o homem e a mulher não comporta consigo nenhuma subordinação, mas um enriquecimento mútuo. Lembrem-se que a figura consumada da Igreja é Maria, mãe do Senhor, a qual não recebeu o ministério apostólico”, disse Ladaria.
“Com isso, vê-se que o masculino e o feminino, linguagem original que o Criador registrou no corpo humano, estão ambos assumidos na obra da nossa redenção”, concluiu (ANSA).

Ator de Sherlock Holmes evita assalto

O ator britânico Benedict Cumberbatch, que interpreta “Sherlock Holmes” em uma série televisiva, evitou um roubou no centro de Londres, próximo à famosa Baker Street, endereço do lendário personagem de Arthur Conan Doyle. De acordo com a imprensa local, o ator de 41 anos estava dentro de um carro do serviço “Uber” com sua mulher, Sophie Hunter, quando viu um assalto e desceu do veículo para ajudar a vítima, um ciclista funcionário da empresa Deliveroo.
Quatro assaltantes abordaram o entregador de comida para roubar sua bicicleta, mas o ator saiu do carro gritando e afastando os criminosos, que fugiram. Ninguém ficou ferido.”As coisas ficaram meio surreais. Ali estava ‘Sherlock Holmes’ lutando contra quatro assaltantes, bem do lado da Baker Street”, disse o motorista do Uber, Manuel Dias, que presenciou a cena na Marylebone High Street (ANSA).

 
 
 
 
 
 
 
 
Mais Lidas

Strict Standards: Only variables should be assigned by reference in /home/storage/0/5e/4e/jornalempresasenegoc/public_html/modules/mod_sp_facebook/mod_sp_facebook.php on line 84

Rua Vergueiro, 2949, 12º andar – cjto 121/122
04101-300 – Vila Mariana – São Paulo - SP