“Democracia é o único caminho”, afirma Cármen Lúcia sobre crise

Democracia temporario

A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, fez uma defesa enfática do regime democrático de direito, ao abrir a sessão plenária de quarta-feira (30)

O discurso foi feito em referência à crise de abastecimento pela qual passa o país após 10 dias de paralisação de caminhoneiros. “A construção permanente do Brasil é nossa, e ela é permanente, democrática e comprometida com a ética. Não há escolha de caminho. A democracia é o único caminho legitimo”, afirmou a presidente do STF.
Antes, ela reconheceu que “também na democracia se vivem crises”, mas acrescentou que “dificuldades se resolvem com a aliança dos cidadãos e a racionalidade, objetividade e trabalho de todas as instituições, de todos os poderes. A democracia não está em questão. Há questões sócio-político e financeiras nas democracias também, mas o direito brasileiro oferece soluções para o quadro apresentado e agora vivido pelo povo brasileiro”, disse.
Em centenas de pontos de manifestação nas rodovias, foram registradas faixas e declarações pedindo uma intervenção militar no Brasil. Indiretamente, foi esse tipo de atitude que a presidente do STF desencorajou. “Não temos saudade senão do que foi bom na vida pessoal e em especial histórico de nossa pátria. Regimes sem direitos são passados de que não pode esquecer nem de que se queira lembrar”, disse Cármen Lúcia em referência a regimes não democráticos, como a ditadura militar.
Ela garantiu que o Poder Judiciário trabalha garantir os direitos dos brasileiros durante o período de crise. “Não se há de deixar ao povo o sofrimento pela carência de aplicação do direito, para isso somos juízes e não nos afastaremos de nossos deveres” (ABr).

Região italiana oferecerá hospedagem ‘em barris’

Região temporario

A região do Vêneto, na Itália, oferecerá estadias em barris para seus visitantes, com o objetivo de proporcionar uma “imersão completa” na Rota dos Vinhos. O anúncio foi feito pelo secretário regional de Turismo, Federico Caner, na última segunda-feira (28).
Os tonéis de madeira serão utilizados somente para fins turísticos, em estruturas hoteleiras adequadas, e caberá a cada proprietário montá-los à sua maneira.As únicas exigências é que os barris tenham um ou mais quartos com banheiro privativo e possam abrigar no máximo oito pessoas. “Este é mais um dos exemplos de concretização do nosso programa e da nossa vontade de investir no turismo emocional”, explicou Caner.
Segundo ele, a medida “confirma que o Vêneto é a principal região turística da Itália não somente em questão de estatísticas, mas em termos de capacidade inovadora e criatividade”. Ainda de acordo com o secretário de Turismo, essa será mais uma opção para desfrutar da “Estrada do Vinho”, como as estruturas nas colinas produtoras de Prosecco, candidatas a patrimônio histórico da Unesco (ANSA).

Pirlo diz que Brasil está entre seus favoritos na Copa

Pirlo temporario

O ex-jogador italiano Andrea Pirlo disse que seus favoritos para a Copa do Mundo da Rússia são Brasil, Espanha e Alemanha. A declaração foi dada durante um evento beneficente em Alessandria, no norte da Itália. Pirlo também aproveitou para elogiar a Azzurra.
“A seleção ficou com um treinador importante [Roberto Mancini], que parte do zero. Será uma seleção que seguramente terá grande entusiasmo, com pessoas novas e jovens”, afirmou o ex-meio-campista, que é cotado para assumir um cargo na comissão técnica de Mancini.
“Começarei a fazer curso de treinador neste verão para ver o que posso fazer no futuro”, acrescentou.
Quando questionado sobre “um segundo Pirlo”, o ex-jogador respondeu: “Douglas Costa, que na Itália conhecíamos pouco e que reveremos no Mundial, demonstrou coisas boas. Sem me esquecer de Pjanic (Bósnia)”. Pirlo, que passou por Brescia, Inter de Milão, Reggina, Milan e Juventus, aposentou-se dos gramados e agora deve dedicar-se a atuar como técnico (ANSA).

Construção puxa PIB para baixo

Setor que representa mais de 50% do investimento e grande gerador de emprego e renda, a indústria da construção acumula mais um período de perdas e segue à margem dos sinais de reação da economia brasileira. Resultado do PIB, divulgado pelo IBGE, confirma novo encolhimento do setor no primeiro trimestre de 2018 — enquanto o país cresceu 0,4%, a construção recuou 0,6%.
Na prática, o PIB nacional cresce há quatro trimestres e a construção cai há 16 trimestres consecutivos. “Nosso setor está no seu limite. O investimento acabou, as empresas não tem acesso ao crédito, é grande a insegurança jurídica e ainda estamos lidando com incertezas como o preço do asfalto”, disse José Carlos Martins, presidente da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC).
Combinado com o anúncio pela Petrobras de novo aumento nos preços dos insumos asfálticos, o resultado do PIB reforçou a preocupaçao de dirigentes e empresários do setor. Para o presidente da CBIC, a melhoria do financiamento e a retomada do investimento é essencial para impedir a insolvência do setor. E a melhoria do ambiente de negócios, com a soluçao de temas como o distrato, pode evitar um maior contágio do mercado imobiliário, que mantém sinais positivos ancorados na reduçao de estoques, mas nao registra aumento no volume de lançamentos (AI/CBIC).

Boletos devem ser pagos mesmo sem ter sido entregues

A paralisação dos caminhoneiros autônomos prejudicou as operações dos Correios e serviços de entregas em todo o país, inclusive a entrega de boletos bancários. Ainda assim, o pagamento das contas precisa ser feito de qualquer forma. O Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) orienta a população a entrar em contato com a empresa que gerou o boleto, antes do vencimento, para solicitar outra forma de pagamento, como a emissão de segunda via, por meio do site ou envio da fatura por e-mail sem custo adicional.
De acordo com a Federação Brasileira dos Bancos (Febraban), o consumidor pode ainda solicitar à empresa apenas o número do código de barras da cobrança. O pagamento pode ser efetuado nos canais de atendimento bancário ou ainda nos correspondentes, como supermercados, casas lotéricas e agências dos correios, que possibilitam o pagamento de contas de água, luz e telefone com ou sem a fatura.
Uma das alternativas é tentar negociar a prorrogação do vencimento com a empresa, para evitar a cobrança de juros e multas ou ainda negociar a isenção desses encargos cobrados pelo atraso.
De acordo com o Idec, as companhias são obrigadas a oferecer alguma alternativa que pode ser também o depósito em conta ou mesmo presencial. Se, após o contato, a empresa não disponibilizar nenhuma outra forma de pagamento e o consumidor receber a conta com a cobrança de encargos, os valores poderão ser questionados no Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) ou na Justiça.
O Idec orienta ainda que, se o primeiro boleto emitido pela empresa chegar junto com a segunda via solicitada, somente a segunda via deve ser paga, e a outra pode ser ignorada.

DESEJADO POR VÁRIOS CLUBES, ROMA ‘BLINDA’ GOLEIRO ALISSON

Desejado temporario

Na mira de diversos clubes, entre eles o Liverpool e o Real Madrid, o goleiro Alisson, da Roma, só deixará a equipe da capital italiana por mais de 90 milhões de euros, informou o jornal britânico “The Guardian”. O atual camisa 1 da seleção brasileira foi um dos grandes destaques da Roma na temporada e suas boas atuações despertaram o interesse principalmente do Liverpool, que busca urgentemente um novo goleiro para substituir o alemão Loris Karius, o qual falhou em dois lances na final da Liga dos Campeões.
Com contrato válido até 2021, a Roma pretende estender o vínculo de Alisson, cujo passe deverá valorizar ainda mais após a Copa do Mundo. O clube italiano pretende oferecer ao goleiro um aumento de 1,5 milhão de euros no salário para tentar segurar o brasileiro. Alisson chegou à Roma em 2016, mas, na sua primeira temporada no “calcio”, foi reserva do polonês Wojciech Szczesny. O brasileiro assumiu a meta do clube da capital no início da edição 2017/18 da Série A.
Segundo um estudo da empresa Opta Sports, Alisson foi o goleiro com maior percentual de defesa entre os atletas da posição que atuaram mais de três vezes no Campeonato Italiano. O brasileiro salvou 79% das bolas que foram ao gol da Roma (ANSA).

 
 
 
 
 
 
 
Mais Lidas

Strict Standards: Only variables should be assigned by reference in /home/storage/0/5e/4e/jornalempresasenegoc/public_html/modules/mod_sp_facebook/mod_sp_facebook.php on line 84

Rua Vergueiro, 2949, 12º andar – cjto 121/122
04101-300 – Vila Mariana – São Paulo - SP