ISSN: 2595-8410 Contato: (11) 3043-4171

Pesquisa diz que 95% dos internautas navegam na web enquanto veem TV

Pesquisa temporario

Assistir à TV e navegar na internet ao mesmo tempo tornou-se um hábito de praticamente todas as pessoas com acesso à web

Segundo pesquisa do Instituto Ibope Conecta, 95% dos brasileiros têm essa prática como parte do cotidiano. Em 2015, quando houve levantamento semelhante, o índice era de 88%. Esse hábito se dá principalmente pelo celular. Dos entrevistados, 81% afirmaram usar um dispositivo móvel quando navegam e ficam ligados na TV. Já o computador de mesa perdeu espaço. O percentual de pessoas que dividem a atenção entre esse equipamento e a televisão caiu de 28% para 16% na comparação entre as duas pesquisas.
Mas o que fazem as pessoas enquanto assistem TV? Segundo o levantamento, a maioria acessa redes sociais (53%), como Facebook, WhatsApp e Instagram. Uma parcela menor (44%) aproveita para navegar passando o tempo durante os comerciais. Além destes, 34% disseram usar o tempo para resolver outras coisas e 9% relataram usar a web para interagir com a transmissão. A pesquisa foi realizada em abril e entrevistou 2 mil brasileiros que acessam a internet. A amostra abrangeu pessoas das classes A, B, C e D de todas as regiões do Brasil.
Na avaliação do professor de comunicação Alberto Marques, da UnB, esse fenômeno é estimulado pela disseminação dos smartphones entre os brasileiros e pelo crescimento do acesso à internet no país. Além disso, há uma mudança de hábitos em que pessoas cada vez mais desempenham atividades diversas enquanto acessam a web, reforçando uma lógica de multitarefas. O docente acredita que a possibilidade de conexão, como mostra a pesquisa, envolve atividades diversas. Mas destaca que as empresas do segmento audiovisual devem buscar contemplar essas práticas para não ficarem para trás no mercado.
Na avaliação do diretor de Regulação do Sinditelebrasil, Sérgio Kern, ainda há espaço para crescimento do acesso à internet e, consequentemente, da prática de agregar a navegação ao hábito de assistir à TV. Há uma convergência para comunicação com audiovisual, emissoras de TV e internet. Isso tudo colabora para que haja um consumo maior online e ele convivendo com as diversas mídias”, previu (ABr).

Intervenção federal no Rio de Janeiro entra em nova fase

Intervenção temporario

Ao completar três meses ontem (16), a intervenção federal na segurança pública do Rio de Janeiro entrou em nova fase. Se a primeira etapa foi dedicada a realizar diagnósticos e promover mudanças nos comandos das polícias Civil e Militar e na organização das secretarias ligadas ao tema, a partir de agora a população do estado verá mais policiais e viaturas nas ruas. As afirmações são do porta-voz do Gabinete de Intervenção Federal (GIF), coronel Roberto Itamar.
O coronel disse que serão mais 1,3 mil homens nas ruas e que novas viaturas vão chegar, além das 265 que foram recém-entregues, totalizando 580 veículos. Itamar adiantou que uma nova comunidade será ocupada pelos militares nos próximos dias, a exemplo do que aconteceu na Vila Kennedy, onde o Exército opera desde 23 de fevereiro, e que agora volta totalmente ao controle do 14º Batalhão da Polícia Militar (BPM) de Bangu.
Questionado sobre a situação na cidade do Rio, onde a população está assustada com frequentes confrontes em morros e comunidades como Rocinha, Cidade de Deus, São Carlos, Jacarezinho e outros, além de assaltos de rua, principalmente em coletivos, Itamar disse que a percepção de segurança tende a melhorar nos próximos meses. Ele citou a redução de 13% no roubo de veículos, de março para abril, como um exemplo da diminuição da violência.
“Devem ser anunciados, muito em breve, a redução de vários índices de criminalidade, que traduzem a própria sensação de segurança da população, incluídos os roubos de rua. Os resultados estatísticos demoram um pouco a aparecer, mas a partir deste mês temos a certeza de uma tendência de redução nos índices”, adiantou Itamar (ABr).

Família chinesa criou urso achando
que era cachorro

China temporario

Uma família chinesa foi forçada a desistir de seu cachorro de estimação depois de perceber que o animal adotado desde filhote é na verdade um urso negro asiático ameaçado de extinção. A informação revelada pela agência “CCTV” afirma que a família, de sobrenome Su, relatou o incidente à polícia florestal local somente depois que o cachorro se transformou em um urso praticamente de tamanho adulto.
“Nós o lavamos todos os dias e o alimentamos com dois baldes de macarrão e uma caixa cheia de frutas. Para ser sincero, agora nos sentimos muito ligados a ele”, disse uma integrante da família. A menina ainda falou ao “China News” que a família ficou desconfiada quando o “cão” cresceu mais de 3 metros de altura e chegou a pesar 250 quilos.
O pai dela disse que tentou enviar o animal para um zoológico local, mas sem a certidão de nascimento, ele não foi aceito.
Desta forma, a polícia florestal enviou o urso para o centro de resgate e proteção de animais silvestres. De acordo com as autoridades, a família é suspeita de criar o animal ilegalmente, mas ela não foi punida porque está cooperando com os investigadores. O urso negro está listado como uma espécie de animal protegido na China devido ao comércio ilegal de partes de seu corpo (ANSA).

Maradona é o novo presidente do Dínamo Brest

O ex-jogador argentino Diego Armando Maradona anunciou que será o novo presidente da equipe do Dínamo Brest, da Bielorrússia. Na nova função, Maradona será o responsável por todo o futebol do clube, que disputou nesta temporada a fase preliminar da Liga Europa. “Assinei o contrato e agora sou o presidente do clube Dínamo Brest. Obrigado pela confiança e por pensarem em mim”, anunciou o ídolo argentino em suas redes sociais.
Segundo o clube, Maradona assinou um vínculo válido por três anos e assumirá o cargo de presidente após o fim da Copa do Mundo de 2018. Maradona está sem emprego desde o fim de abril, quando foi demitido do Al Fujairah, dos Emirados Árabes Unidos. Exercendo a função de técnico, não conseguiu levar o clube para a primeira divisão do futebol local.
Fundado em 1960, o Dínamo Brest é uma das equipes mais tradicionais do futebol da Bielorrússia, ao lado do Bate Borisov e do Dínamo Minsk. O clube já conquistou duas Copas nacionais (ANSA).

Jogadores do Sporting Lisboa são agredidos por torcedores

Os membros da comissão técnica e jogadores do Sporting Lisboa, de Portugal, foram agredidos na última terça-feira (15) por cerca de 50 torcedores no centro de treinamento do clube. As agressões aconteceram durante a preparação do Sporting para a final da Copa de Portugal, contra o Desportivo Aves, neste domingo (20).
Os torcedores invadiram o centro de treinamento encapuzados e não pouparam ninguém das agressões. Um dos mais feridos foi o atacante holandês e artilheiro da equipe, Bas Dost, que foi espancado e ficou com cortes na cabeça, segundo a emissora “CMTV”. Já de acordo com outra emissora de televisão, a “TVI”, um dos fisioterapeutas do clube português foi esfaqueado.
A imprensa do país informou que os torcedores invadiram o local armados com barras de ferro, tochas e cintos. As autoridades portuguesas confirmaram que 15 agressores já foram detidos. O Sporting ainda não se pronunciou sobre o caso. A crise começou em abril, após a derrota do clube português para o Atlético de Madrid, pela Liga Europa. O presidente da equipe alviverde, Bruno de Carvalho, chamou os atletas de “mimados” e afastou 19 deles por algumas semanas.
Após as críticas públicas do mandatário do clube, os jogadores não se entenderam mais com o presidente. Após as agressões, o elenco do Sporting denunciou e responsabilizou a diretoria do clube. Assim como na última temporada, o Sporting terminou o Campeonato Português na terceira posição e irá disputar a Liga Europa. O clube alviverde não vence a competição há 15 anos (ANSA).

Moro recebe prêmio de ‘Pessoa do Ano’

O juiz federal Sergio Moro recebeu, na noite de quarta-feira (15), em Nova York, o prêmio de “Personalidade do Ano” entregue pela Câmara de Comércio Brasil-Estados Unidos. A honraria é concedida anualmente, desde 1970, a uma personalidade brasileira e outra norte-americana. No evento, o empresário e ex-prefeito de Nova York, Michael Bloomberg, também foi premiado.
Durante seu discurso de quase 20 minutos no Museu da História Natural, em Manhattan, Moro afirmou que sua premiação legitima a luta contra a corrupção no Brasil. “Este prêmio também significa que o setor privado no Brasil e nos Estados Unidos apoia o movimento anticorrupção brasileiro e isso faz uma grande diferença”, disse Moro. Para o juiz federal, a democracia não está em risco no Brasil. “Há riscos de retrocesso, mas não acredito que eles ocorrerão. Os Estados Unidos podem apostar no Brasil como nós apostamos”, acrescentou. A edição deste ano contou com a presença de cerca de 800 líderes de empresas internacionais, financeiras e diplomáticas. Todo o evento é financiado com a venda de mesas e com o apoio de patrocinadores (ANSA).

Rua Vergueiro, 2949, 12º andar – cjto 121/122
04101-300 – Vila Mariana – São Paulo - SP

Contato: (11) 3043-4171