Fumaça das queimadas da Amazônia pode causar câncer

A pesquisa comprovou que o dano no DNA pode ser tão grave a ponto de a célula perder o controle e evoluir para câncer de pulmão.

As partículas carregadas de toxinas, liberadas durante queimadas na Amazônia, se inaladas involuntariamente por longo período, podem causar estresse oxidativo das células e danos genéticos irreversíveis, resultando até mesmo em câncer de pulmão

A pesquisa é referente a uma tese de doutorado da bióloga Nilmara de Oliveira Alves, da USP. A equipe coletou amostras de material particulado fino em Porto Velho, uma das áreas mais afetadas pelas queimadas na região amazônica.
Para entender como ocorre a contaminação, os pesquisadores expuseram em laboratório linhagem de células pulmonares às partículas, compostas por material tóxico, em concentração semelhante com as encontradas nas queimadas da Amazônia, analisadas com técnicas bioquímicas avançadas. Essas análises permitiram medir o grau de inflamação e de lesão no DNA. Foi comprovado que o dano no DNA pode ser tão grave a ponto de a célula perder o controle e começar a se reproduzir desordenadamente, evoluindo para câncer de pulmão.
Para a pesquisadora Sandra Hacon, da Escola Nacional de Saúde Pública, pela primeira vez foi possível demonstrar que as partículas de queimadas da Amazônia, ao entrarem nos alvéolos pulmonares, causam danos genéticos nas células, podendo leva ao câncer de pulmão. Sandra e o pesquisador Christovam Barcellos coordenaram o projeto Clima & Saúde da sub Rede de Mudanças Climáticas do INPE/INCT Rede Clima. O estudo foi publicado na revista Nature Scientific Reports.
O projeto da Rede Clima envolve os efeitos das queimadas com alterações climáticas. Sandra informou que algumas medidas podem ser adotadas pelas autoridades ambientais e de saúde, no sentido de evitar o agravamento de doenças respiratórias na população, exposta a fumaça das queimadas. “Não faz sentido continuar esse processo de queimadas na Amazônia. A situação estava controlada, mas houve aumento acentuado nos últimos três anos”. Nos meses de agosto, setembro e outubro os focos de incêndios dissipam uma nuvem de fumaça tóxica sobre a região amazônica. A população mais vulnerável é formada por crianças e idosos.
As crianças menores de cinco anos, prejudicadas pelo impacto das partículas com componentes cancerígenos da fumaça das queimadas, desenvolvem alergias respiratórias, que comprometem o aprendizado escolar. Sandra disse ainda que a divulgação do trabalho pode incentivar as autoridades a instituir na região um programa de melhoria da qualidade do ar e monitoramento dessas partículas finas provenientes das queimadas, decorrentes da ocupação desordenada para atender a interesses econômicos (ABr).

UE formaliza sanções contra membros do governo venezuelano

Maduro e o número dois do chavismo, Diosdado Cabello.

A União Europeia (UE) formalizou ontem (22) sanções contra sete altos cargos do governo de Nicolás Maduro pela “repressão” na Venezuela, entre eles seu “número dois”, Diosdado Cabello; o presidente do Tribunal Supremo, Maikel Moreno, e o ministro de Interior e Justiça, Néstor Reverol. Completam a lista o chefe do serviço de inteligência, Gustavo Enrique González; a presidente do Conselho Nacional Eleitoral, Tibisay Lucena; o procurador-geral Tareq William Saab, e o ex-comandante da Guarda Nacional Bolivariana, Antonio José Benavides.
As sanções, estipuladas em nível de embaixadores da União Europeia (UE), foram respaldadas pelos ministros de Relações Exteriores, reunidos em um Conselho em Bruxelas, e implicam o congelamento de ativos e a proibição de entrar em território da comunidade europeia. Essas medidas se somam às já impostas em novembro, um embargo de armas e um veto a material que possa ser utilizado para a “repressão interna” na Venezuela. O ministro de Relações Exteriores espanhol, Alfonso Dastis, ressaltou que essa medida é ‘um incentivo para ajudar à negociação” e a decisão “pode ser reversível’.
“Sempre concebemos as sanções como um incentivo para ajudar a negociação, portanto é uma decisão que pode ser revertida ou suspensa, assim que se constate que há avanços na negociação”, disse o ministro espanhol em sua chegada ao conselho. A nova rodada de diálogo entre o governo e a oposição da Venezuela prevista para quinta-feira passada em Santo Domingo foi cancelada após as tensões surgidas nos últimos dias e agora se busca uma nova data (ABr/EFE).

Itália teve um terremoto a cada 12 minutos em 2017

Em 2017, a Itália registrou 44.459 terremotos, um a cada 12 minutos, segundo dados divulgados ontem (22) pelo Instituto Nacional de Geofísica e Vulcanologia (INGV), órgão responsável pelas medições sísmicas no país. O número representa uma queda de 16% em relação aos 53 mil de 2016, ano do início da sequência de tremores no centro da península, ativa até hoje, mas foi quase o triplo dos 15 mil de 2015.
Em 2017, cinco terremotos tiveram magnitude igual ou superior a 5.0 na escala Richter, enquanto outros 21 ficaram entre 4.0 e 4.9. A maioria esmagadora dos sismos teve menos de 3.0 de magnitude, ou seja, foi quase imperceptível. Além disso, cerca de 37 mil tremores (mais 80%) foram réplicas da sequência sísmica na Itália Central, iniciada em 24 de agosto de 2016, com o terremoto em Amatrice, que matou 299 pessoas.
“Os dados atuais nos dizem que a atividade sísmica nas regiões centrais está diminuindo, mas serão necessários alguns anos para voltar aos níveis pré-sequência”, explica Concetta Nostro, sismóloga do INGV. Outras zonas de atividade intensa em 2017 foram a Emília-Romana, o nordeste da Sicília e o Golfo de Nápoles, principalmente a ilha de Ischia (ANSA).

Atos contra e a favor de Lula são organizados no mundo todo

Manifestantes protestaram contra Dilma, Lula e o PT.

O ex-presidente Lula será julgado em segunda instância amanhã (24), no chamado “caso triplex”. A audiência será no Tribunal Federal da 4ª Região, em Porto Alegre, que deve ser tomada por diversos atos, contra e a favor do petista. A “Frente Brasil Popular” estima que 50 mil apoiadores de Lula se manifestarão na capital gaúcha, no Mercado Público de Porto Alegre, a partir das 17h do dia 23. Já o “Movimento Brasil Livre” (MBL) e o “Vem Pra Rua” espalharam outdoors pela cidade pedindo “Lula na cadeia”.
Os movimentos contra o ex-presidente na cidade acontecerão um dia antes do julgamento, em 23 de janeiro, no Parque Moinhos de Vento, às 18h. Mas não é só o Brasil que terá manifestações. A “Frente Internacional de Brasileiros no Mundo contra o Golpe” divulgou uma lista de diversos países que realizarão atos a favor do antigo mandatário. Paris, na França, já recebeu um “flash mob” em apoio a Lula. A manifestação, ocorrida em 21 de janeiro, foi uma iniciativa do movimento “Eleição sem Lula é fraude”, que visa a defender sua candidatura a presidente do Brasil.
Além disso, há protestos programados para o dia 23, na Union Square, em Nova York, nos EUA, às 19h (horário local); em Bruxelas, na Bélgica, em frente à Bolsa de Valores, às 18h; e em Lisboa, às 18h, na Praça de Camões. Outras cidades, como Munique e Berlim, na Alemanha, têm atos programados para o dia do julgamento de Lula (ANSA).

Shakira é denunciada na Espanha por sonegação fiscal

A Agência Tributária Espanhola denunciou a cantora colombiana Shakira ao Ministério Público pelo crime de sonegação fiscal, o qual teria sido praticado entre 2011 e 2014. De acordo com o jornal “La Vanguardia”, o órgão considera que, como ela mora em Barcelona, deveria prestar declarações de renda ao fisco espanhol.
A cantora, porém, assegurou ao jornal que cumpriu com as obrigações fiscais e que está “disposta a enfrentar as consequências econômicas das discrepâncias técnicas que tem com a inspeção da Agência”. Para ela, “trata-se de uma diferença de critério, não de ocultação fiscal.”
Apesar do casamento com o jogador espanhol Gerard Piqué, em 2011, Shakira afirma que não tinha moradia fixa na Espanha durante o período listado, pois estava em turnê mundial e, com isso, não cumpriu os 183 dias mínimos de residência no país para prestar contas ao fisco. De acordo com fontes da investigação, o valor do caso chega a “dezenas de milhões de euros”. Segundo a “Forbes”, no começo da década, Shakira arrecadava 25 milhões de euros por ano com suas turnês mundiais (ANSA).

Catar garante que sediará todos os jogos da Copa 2022

O secretário-geral do Comitê organizador da Copa do Mundo de 2022, no Catar, Hassan Al-Thawadi, afirmou que todas as partidas da competição serão realizadas no país árabe. Por conta da crise política que o Catar enfrenta, a mídia internacional especulou que algumas das 64 partidas seriam disputadas no Irã. No entanto, a organização do torneio encerrou com os rumores.
“O Catar é o único país anfitrião da Copa do Mundo de futebol de 2022 e vai sediar todas as 64 partidas da competição nos oito estádios planejados”, afirmou Al-Thawadi. O secretário-geral também negou que o Catar havia pedido ajuda aos outros países do Oriente Médio, já que supostamente o Catar não conseguiria cumprir a promessa de construir os mais de 100 mil quartos de hotéis para abrigar os turistas.
“O projeto está muito no horário e a FIFA está feliz com nosso progresso”, acrescentou Al-Thawadi. A Copa do Mundo de 2022 deverá ser a última edição da competição com 32 equipes, já que mudará seu formato e, a partir do Mundial de 2026, contará com a participação de 48 nações (ANSA).

Mais Lidas