Incra reconhece terras de comunidades quilombolas em quatro estados

O Incra reconheceu seis terras de comunidades quilombolas em quatro estados: Bahia, Pará, Paraíba e Sergipe.

O Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) reconheceu ontem (10) seis terras de comunidades quilombolas em quatro estados: Bahia, Pará, Paraíba e Sergipe

Na Bahia, foi reconhecida a Comunidade Remanescente de Quilombo de Morro Redondo, com uma área de 5 mil hectares, no município de Seabra. No Pará, no município de Óbidos, a Comunidade Remanescente de Quilombo Peruana vai ocupar uma área de 1,9 mil hectares. E na Paraíba, uma área de 322 hectares no município de Areia foi destinada à Comunidade Remanescente de Quilombo de Engenho Mundo Novo.
Em Sergipe, foram reconhecidas três terras quilombolas: a Comunidade Remanescente de Quilombo Desterro, com 124 hectares, em Indiaroba; a Comunidade Remanescente de Quilombo Forte, com 1,4 mil hectares, no município de Cumbe; e a Comunidade Remanescente de Quilombo Catuabo, com 886 hectares, em Frei Paulo. As plantas memoriais e descritivas das terras estão disponíveis no Acervo Fundiário do Incra, no endereço eletrônico (http://acervofundiario.incra.gov.br).
As comunidades quilombolas são grupos étnicos, predominantemente constituídos de população negra rural ou urbana, descendentes de ex-escravizados, que se autodefinem a partir das relações específicas com a terra, o parentesco, o território, a ancestralidade, as tradições e práticas culturais próprias. Segundo o Incra, estima-se que em todo o país existam mais de 3 mil comunidades quilombolas. As terras ocupadas por remanescentes das comunidades dos quilombos são utilizadas para a garantia de sua reprodução física, social, econômica e cultural.
Para o Incra, como parte de uma reparação histórica, a política de regularização fundiária de territórios quilombolas é de suma importância para a dignidade e garantia da continuidade desses grupos étnicos. O Incra também tem disponível uma coleção de livros que mostra a diversidade de trajetórias vividas por ex-escravizados. A Coleção Terras de Quilombos reúne narrativas sobre a formação, o modo de vida e as lutas travadas por comunidades quilombolas brasileiras para se manter em seus territórios tradicionais (ABr).

Operação Hicsos II aprofunda investigação de roubo de cargas

Após identificar cargas de alto valor nos caminhões, o grupo anunciava o assalto.

Uma força-tarefa composta por 450 agentes da Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal e da Polícia Militar de Goiás deflagrou ontem (10) a Operação Hicsos II, que investiga um esquema de roubo de cargas em diversas cidades do país. Com o apoio do Ministério Público de Goiás, a equipe cumpre 91 mandados judiciais em cidades dos estados de Goiás, Mato Grosso, Minas Gerais, do Paraná, de Santa Catarina e no Distrito Federal. Do total, 40 mandados são de prisão.
Segundo as corporações, empresários do comércio e políticos estão envolvidos nos crimes, incluindo uma vereadora suplente que teria lavado dinheiro para integrantes da organização criminosa. Sua ligação com os delitos teria sido confirmada após a detenção de seu marido, na primeira fase da operação. Acusados de movimentar cerca de R$ 30 milhões, os envolvidos responderão pelos crimes de roubo qualificado, cárcere privado, lavagem de dinheiro, organização criminosa, tráfico de drogas e receptação.
Na primeira fase da operação, a Hicsos I, 104 envolvidos foram presos. Os policiais recuperaram 15 armas de fogo, 15 veículos e mais de R$ 500 mil em cargas. A tática dos criminosos consistia em abordar caminhões em rodovias, utilizando falsas barreiras e até mesmo equipamentos que dificultavam o rastreamento dos veículos. Após identificar cargas de alto valor nos caminhões, o grupo anunciava o assalto (ABr).

STJ nega pedido de Lula para afastar Moro da Lava Jato

O ministro do STJ, Felix Fischer, negou ontem (10) mais um pedido da defesa do ex-presidente Lula para afastar o juiz Sergio Moro dos casos em que é investigado na Operação Lava Jato. Com a rejeição do pedido, o STJ apenas ratificou a decisão que já havia sido tomada pelo TRF -4. De acordo com Fischer, o habeas corpus pedido pela defesa do petista não é uma solicitação processual adequada para cobrar a suspeição de Moro ou para analisar a incompetência da 13ª Vara Federal em Curitiba.
O pedido dos advogados de Lula alega que a postura do juiz demonstrada durante as audiências em que o ex-presidente era réu configurava “fatos novos”, o que justificaria uma nova avaliação sobre o afastamento e parcialidade de Moro. Por sua vez, Fischer também ressaltou que os fatos alegados pela defesa teriam que ser discutidos primeiramente em instâncias inferiores, não podendo ser alvo de avaliações diretas por parte do STJ. Além disso, os fatos estariam ligados à atividade jurisdicional, não sendo causa de suspeição.
Lula foi condenado a nova anos e seis meses de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro no caso que envolve o triplex do Guarujá, no litoral de São Paulo. A defesa, no entanto, recorreu da decisão, que ainda será analisada em 2ª instância pelo TRF-4. Caso a sentença seja confirmada, Lula poderá ser impedido de concorrer à Presidência nas eleições de 2018. O Ex-chefe de Estado se encontrará com Moro novamente no dia 13 de setembro, quando ocorrerá o próximo depoimento de Lula como réu (ANSA).

ABERTAS AS INSCRIÇÕES DE FILMES BRASILEIROS PARA O OSCAR 2018

O Ministério da Cultura divulgou ontem (10) os critérios de seleção do filme longa-metragem que será indicado como candidato brasileiro ao Oscar 2018 de Melhor Filme em Língua Estrangeira da 90ª Premiação Anual promovida pela Academy of Motion Picture Arts and Sciences. Poderão concorrer os filmes que tiverem sido lançados e exibidos inicialmente no Brasil, em sala de cinema comercial, por no mínimo sete dias consecutivos, entre 1º de outubro de 2016 e 30 de setembro de 2017.
A seleção do filme será realizada por Comissão Especial, composta por especialistas com atuação notória no setor audiovisual a serem indicados pela Academia Brasileira de Cinema. A Secretaria do Audiovisual do MinC é a responsável pelo apoio à comissão, cuja composição ainda não foi divulgada.
A Comissão anunciará o resultado da seleção no dia 15 de setembro. No ano passado, o filme Pequeno Segredo, dirigido por David Schurmann, foi indicado como representante do Brasil, mas não foi selecionado como finalista (ABr).

Com Cássio e Luan, Tite convoca seleção para Eliminatórias

Tite convoca seleção para Eliminatórias.

O técnico Tite convocou ontem (10) a equipe que disputará duas partidas das Eliminatórias para a Copa do Mundo da Rússia de 2018. Entre as novidades, estão o goleiro do Corinthians, Cássio, e o meia do Grêmio, Luan. “Essa convocação é a preparação para a Copa do Mundo. Essa base está credenciada à uma chamada final”, disse Tite. Da Itália, o treinador chamou o zagueiro Miranda, que atua pela Internazionale de Milão, e o goleiro Alisson, da Roma.
O Brasil, que já está classificado para o Mundial de 2018, enfrentará o Equador, no dia 31 de agosto, em Porto Alegre e a Colômbia, em 5 de setembro, em Barranquila. Segundo o coordenador técnico da seleção, Edu Gaspar, a equipe fará uma parada em Manaus, no dia 2 de setembro, para treinar. Confira a lista completa:
Goleiros: Alisson (Roma); Cássio (Corinthians); Ederson (Manchester City);
Zagueiros: Rodrigo Caio (São Paulo); Marquinhos (PSG); Miranda (Inter de Milão); Thiago Silva (PSG);
Laterais: Daniel Alves (PSG); Fagner (Corinthians); Filipe Luis (Atlético de Madrid); Marcelo (Real Madrid);
Meias: Casemiro (Real Madrid); Fernandinho (Manchester City); Paulinho (Guangzhou Evergrande); Renato Augusto (Beijing Guoan); Philippe Coutinho (Liverpool); Willian (Chelsea); Luan (Grêmio); Giuliano (Zenit);
Atacantes: Taison (Shakhtar Donetsk); Gabriel Jesus (Manchester City); Neymar (PSG) e Roberto Firmino (Liverpool) - (ANSA).

Futebol é o gênero que mais atrai os pais na TV

Em celebração ao Dia dos Pais, neste domingo (13), a Kantar IBOPE Media realizou um levantamento sobre os programas de TV favoritos desse público. Entre os gêneros mais consumidos pelos pais, se destacam os programas de Futebol, Carros e Motores e Jornalismo – ou seja, esses gêneros são mais assistidos por eles do que pela média da população. Os dados são do Target Group Ratings TV, solução que analisa a audiência comportamental dos telespectadores.
Além da análise por gêneros, também foi possível observar que os pais são 46% mais propensos a acompanhar partidas de futebol, 26% mais inclinados a assistir programas sobre carros e motores e 6% mais predispostos a consumir jornalismo na televisão. Ainda de acordo com a Kantar IBOPE Media, em praticamente todos os horários, os pais assistem mais TV do que os homens com mais de 18 anos em geral. A exceção é o período da madrugada, entre 2h e 6h. Ao comparar os dois públicos, o pico de consumo de TV dos pais é entre 19h e 23h.
Para compreender hábitos e comportamentos do consumidor, os pais estão explorando a possibilidade de consumir conteúdo televisivo por diversas plataformas. Nos últimos quatro anos, o número de pais brasileiros que possuem mais de um device entre televisão, computador, smartphone e tablet aumentou consideravelmente, de 69% em 2014 para 75% em 2017. Para este levantamento foram entrevistadas 21.504 pessoas, entre 12 e 75 anos, nos mercados atuantes da Kantar IBOPE Media no Brasil.
Os dados foram coletados em junho de 2017, nas capitais e regiões metropolitanas de São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Curitiba, Belo Horizonte, Salvador, Recife, Fortaleza, Goiânia, Campinas e Distrito Federal.

Fonte e mais informações: (www.kantaribopemedia.com).