Saiba quais são os outros processos em que Lula é réu

Lula responde ainda a outros processos na Justiça.

O ex-presidente Lula, condenado ontem (12) a nove anos e meio de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, responde ainda a outros processos na Justiça

Ele responde por corrupção passiva, tráfico de influência, lavagem de dinheiro e organização criminosa em um processo sobre obras da Odebrecht em Angola, que corre na 10ª Vara Federal de Brasília, sob o comando do juiz Vallisney de Souza Oliveira. O ex-presidente teria usado sua influência para conseguir contratos para a construtora no país africano, em obras financiadas pelo BNDES.
Em troca, a Odebrecht teria feito “repasses” que totalizaram R$ 30 milhões a Lula, principalmente por meio de pagamentos de palestras ministradas pelo petista. Além disso, o inquérito inclui a Exergia, empresa de seu sobrinho Taiguara Rodrigues dos Santos subcontratada pela empreiteira para atuar em seus projetos em Angola. A conturbada compra de caças pelo governo brasileiro também levou Lula ao banco dos réus. No âmbito da Operação Zelotes, o ex-presidente é acusado de tráfico de influência, lavagem de dinheiro e organização criminosa ao, supostamente, ter tentado interferir na aquisição de 36 aviões militares da fabricante sueca Saab.
Além disso, o MP diz que o petista teria negociado a prorrogação de medida provisória que concedia incentivos fiscais para montadoras de automóveis. O objetivo seria beneficiar as empresas MMC Automotores, subsidiária da Mitsubishi no Brasil, e Caoa, distribuidora das marcas Ford, Hyundai e Subaru no país. Novamente no âmbito da Lava Jato, Lula é réu na Justiça Federal de Curitiba por corrupção passiva e lavagem de dinheiro em um processo sobre a compra de um terreno para seu instituto em São Paulo e de um apartamento vizinho ao imóvel onde ele reside, em São Bernardo do Campo.
Os dois negócios estariam ligados ao pagamento de propina pela Odebrecht.
De acordo com a Polícia Federal, o ex-presidente utiliza o imóvel desde 2003 e é seu verdadeiro dono. No fim de maio, Lula foi denunciado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso referente ao sítio em Atibaia. Segundo a acusação, as empreiteiras OAS, Odebrecht e Schahin teriam desembolsado R$ 870 mil em benfeitorias para adequar o imóvel às necessidades do ex-presidente, como parte do esquema de propinas que ele teria “estruturado” na Petrobras. O caso está nas mãos do juiz Sérgio Moro, que pode aceitar a denúncia ou não.
Lula também é alvo de uma investigação no STF sobre o papel do núcleo político nos desvios na Petrobras e de um inquérito que apura os investimentos do BNDES em obras na América Latina, como o Porto de Mariel, em Cuba (ANSA).

Mais da metade da população mundial não tem acesso a saneamento básico

As condições de saneamento em várias partes do mundo são muito precárias.

Cerca de 4,5 bilhões de pessoas no mundo – bem mais da metade da população global atual de 7,6 bilhões de habitantes - não têm acesso a saneamento básico seguro, segundo relatório recente divulgado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e pelo Unicef. Já a quantidade de moradores do planeta com algum saneamento básico é de 2,3 bilhões. O documento das Nações Unidas indica ainda que o número de pessoas sem acesso à água potável em casa é de 2,1 bilhões em todo o mundo.
Esta é a primeira vez que a OMS e o Unicef fazem um levantamento global sobre água, saneamento básico e higiene. O diretor-geral da OMS, Tedros Ghebreyesus afirmou que água potável encanada, saneamento e higiene não deveriam ser privilégios apenas daqueles que vivem em centros urbanos e em áreas ricas. Para ele, os governos são responsáveis por assegurar que todos tenham acesso a esses serviços.
Desde 2000, quando foi lançada a agenda dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio, bilhões de pessoas ganharam acesso à água potável e saneamento, mas esses serviços não garantem necessariamente o saneamento seguro, aquele que é ligado a uma rede de esgoto tratado. Esse quadro gera doenças que podem ser mortais para crianças com menos de cinco anos de idade. Todos os anos, mais de 360 mil menores morrem de diarreia, uma doença evitável. Já o saneamento mal feito pode causar cólera, disenteria, hepatite A e febre tifóide, entre outros problemas.
O diretor-executivo do Unicef, Anthony Lake, disse que ao melhorar esses serviços para todos, o mundo dará às crianças a chance de um futuro melhor. Em 90 países, o avanço na área de saneamento básico é muito lento, o que leva a crer que a cobertura universal não será alcançada até 2030, quando se encerra o prazo para cumprimento da Agenda 2030, que estabelece os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) das Nações Unidas, que devem ser implementados por todos os países até aquele ano (ONU News).

Imprensa mundial destaca condenação do ex-presidente Lula

Os sites dos principais jornais e veículos de imprensa internacionais destacam na tarde de ontem (12) matérias sobre condenação do ex-presidente Lula e as repercussões que a decisão poderá ter para a política do Brasil. O The New York Times destaca que a condenação do ex-presidente Lula por corrupção é “um revés impressionante para um político que exerceu enorme influência em toda a América Latina por décadas”.
A agência de notícias britânica BBC diz que Lula continua sendo um político popular e que a sentença vai dividir fortemente o Brasil.O Washington Post destaca que a decisão histórica marca a primeira condenação de um ex-presidente no país e que a sentença representa um “golpe impressionante” para um homem que foi aclamado como um líder inovador. O francês Le Monde classifica Lula como um “ícone da esquerda latino-americana”. Segundo o jornal, o veredito de Moro põe em risco as chances de Lula de participar das eleições presidenciais de 2018. A sentença de Moro determina a interdição de Lula para exercer cargo ou função pública por 19 anos, mais que o dobro do tempo da pena. O argentino El Clarín também destaca que a condenação ameaça uma eventual candidatura de Lula nas eleições do ano que vem (ABr).

Ariana Grande é cidadã honorária de Manchester

A cantora norte-americana Ariana Grande recebeu ontem (12) o título de cidadã honorária da cidade inglesa de Manchester. A honra foi dada à artista porque ela voltou para a cidade para fazer uma apresentação que arrecadou cerca de três milhões de libras esterlinas em ajuda às vítimas do atentado terrorista ocorrido no dia 22 de maio.
Naquele dia, após sua apresentação na Manchester Arena, o terrorista Salman Abedi se explodiu em uma das portas de saída do local. Ao todo, 22 pessoas - incluindo sete crianças - morreram no ataque. Muito abalada pelo fato, Ariana cancelou suas apresentações solo, mas decidiu organizar um evento chamado “One Love”, com outros artistas internacionais, como Miley Cyrus, Justin Bieber e Coldplay, para arrecadar fundos para quem foi afetado pela tragédia.
“Seria compreensível se a jovem norte-americana não quisesse voltar nunca mais a esse lugar. Mas não. Ao invés disso, como uma artista, ela estava determinada que não deveria se apresentar de novo até voltar a Manchester”, disse o líder do Conselho de Manchester, Sir Richard Leese.
O representante ainda afirmou que a decisão de fazer um show na cidade novamente “trouxe conforto para milhares e arrecadou milhões para o Fundo de Emergência We Love Manchester” (ANSA).

Pinguim-imperador pode entrar em extinção a partir de 2100

Espécie pinguim-imperador corre risco de extinção, segundo estudo francês.

Devidas às mudanças climáticas, um dos animais símbolos da Antártida, o pinguim-imperador, pode ter sua última marcha em 2100, segundo informam os pesquisadores do Centro Nacional de Pesquisa Científica da França (CNRS). A pesquisa apontou que o aumento da temperatura e o derretimento do gelo são os principais motivos da redução do número da espécie, que é o maior e mais pesado da “família”.
Até o final do século, é estimada que haja uma redução de 19% da população de pinguins-imperadores. Que a espécie sofre risco de extinção, não é novidade. Mas, os pesquisadores franceses usaram um novo modelo de análise, mais complexo e que considera um número mais amplo de fatores - incluindo a maneira como os pinguins reagem às mudanças climáticas, migrando para locais mais adequados para sua sobrevivência.
Com a nova análise, os pesquisadores previram que, nos próximos 20 anos, a quantidade de membros da espécie deve ficar estável ou aumentar “levemente” se eles encontrarem melhores condições de sobrevivência. No entanto, a partir de 2050, é previsto que o número de pinguins-imperadores diminua ano a ano, podendo a espécie desaparecer da Antártida por volta do ano 2100 (ANSA).

Aumenta número de recall em carros devido ao airbag

Um levantamento da Procon-SP mostrou que dos 76 recall de veículos realizados no primeiro semestre de 2017, 25 foram no sistema de airbag, o que representa um aumento de 78% em relação ao primeiro semestre de 2016. Nesse período foram registrados 57 recall, sendo 14 no airbag. Na quantidade total de campanhas de recall de veículos o aumento foi de 30%.
Segundo os dados do Procon-SP, as 76 campanhas de recall de veículos feitas de janeiro a junho atingiram um total de 1.199.170 automóveis, dos quais 618.392 (55%) tinham problemas com o airbag. No mesmo período no ano passado foram 911.702 veículos afetados, sendo 572.791 (62%) relacionados ao equipamento.
De acordo com o diretor de fiscalização do Procon-SP, Osmário Vasconcelos, o aumento do número de recall está associado ao trabalho maior dos órgãos de fiscalização e à maior preocupação das empresas com a segurança.
Segundo Vasconcelos, quando for comprar um carro usado, o consumidor deve verificar com a concessionária se houve recall daquele modelo e caso tenha ocorrido, checar se o veículo passou pelo recall e se a peça com defeito foi substituída. Mais informações sobre recall podem ser acessadas em: (http://sistemas.procon.sp.gov.br/recall/) (ABr).

Douglas Costa assina com a Juventus

O brasileiro Douglas Costa passou por uma série de exames médicos em Turim, na Itália, e assinou contrato com a Juventus ontem (12). A ‘Velha Senhora’ postou uma série de fotos do meia durante os testes que duraram cerca de quatro horas. O jogador estava no Bayern de Munique e foi emprestado para o time italiano por duas temporadas, em negociação de seis milhões de euros por temporada. Se optar pela compra do jogador, a Juve pagará 40 milhões de euros.
No entanto, uma cláusula no contrato assinado com os alemães impõe a “aquisição obrigatória” do jogador após ele disputar um número específico de partidas. A Juventus já iniciou os trabalhos de pré-temporada e Douglas Costa deve se juntar em breve ao grupo de atletas. Ele era um dos pedidos do técnico Massimiliano Allegri e há muita expectativa pelas atuações do jogador. Um dos ídolos do time, Paulo Dybala, usou sua conta no Twitter para dar as boas vindas ao brasileiro, misturando italiano com português. “Benvenuto irmão”, postou o atleta nas redes sociais (ANSA).