Pelo terceiro ano seguido, desemprego é a principal causa da inadimplência, mostra levantamento do SPC Brasil e CNDL

Um levantamento realizado pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) em todas as capitais revela que pelo terceiro ano consecutivo, o desemprego figura como a principal causa da inadimplência no Brasil

1352756216613-inadimplencia temproario

 

Dentre os consumidores que possuem contas em atraso, mais de um quarto (26%) culpa a perda do emprego, percentual que sobe para 27% quando considerado somente os indivíduos das classes C, D e E. Em anos anteriores, o desemprego respondia por 33% (2015) e 28% (2016) como principal causa da inadimplência, percentuais que representam estabilidade em relação ao dado deste ano.

Para a economista-chefe do SPC Brasil, Marcela Kawauti, os dados refletem as dificuldades do atual cenário macroeconômico, com perda de dinamismo do mercado de trabalho e renda mais curta. “Mesmo com a economia começando a esboçar um processo de recuperação, o brasileiro ainda não sente no bolso os efeitos práticos desse processo de melhora gradual. Apesar de inflação e juros mais baixos, a atividade econômica ainda não ganhou tração. O desemprego continua elevado e a renda do brasileiro segue deprimida”, explica a economista.

Outros motivos que levaram os brasileiros à situação de inadimplência são a diminuição da renda (14%), falta de controle financeiro (11%) e o empréstimo de nome a terceiros (5%). Um dado que chama a atenção no estudo é que na comparação com 2016 (9%) e 2015 (7%), houve uma queda no percentual de pessoas que apontam o empréstimo de nome a terceiros como causa da inadimplência.

O raio-x da inadimplência no Brasil traçado pelo levantamento mostra que as mulheres são maioria entre os devedores entrevistados: 56% contra 44% dos homens. Quanto a faixa etária, a concentração é mais elevada entre os adultos de 25 a 49 anos, que juntos detém 65% da amostra. E não são apenas as pessoas de mais baixa renda que fazem parte do grupo de brasileiros que possuem contas em atraso: nove em cada dez (93%) inadimplentes entrevistados são das classes C, D e E, mas 7% pertencem às classes A e B. A pesquisa revela que 75% dos inadimplentes possuem, no máximo, o segundo grau completo.

Cobranca-desemprego-e-causa temproarioApenas 20% acreditam que vão pagar toda a dívida nos próximos três meses; renegociação e bico são principais estratégias
O estudo ainda revela que em cada dez consumidores com contas em atraso, cinco (48%) não acreditam que vão conseguir pagar nem ao menos uma parte de suas pendências nos próximos três meses, percentual que é ainda mais elevado entre as mulheres (53%) e indivíduos das classes C, D e E (49%). O cenário é bastante similar ao do segundo semestre do ano passado, quando a falta de condições para pagamento das dívidas era de 46% dos devedores. De acordo com o estudo, o valor médio do total das dívidas do brasileiro é de quase R$ 2.980, mas 43% nem sabem ao certo o quanto devem.

Dentre os 20% que disseram ter a intenção de pagar toda a dívida nos próximos 90 dias e os 26% que pagarão ao menos parte do que devem, o acordo com o credor continua como a primeira opção, com 42% de citações. Outras estratégias devem ser a geração de renda extra por meio de bicos (23%), cortes no orçamento (22%), recebimento de dívidas de terceiros (14%), utilização de recursos dos saques das contas do FGTS (13%) ou uso do décimo terceiro salário (13%).

Cortes no orçamento para pagar dívida atingem vestuário, lazer e alimentação; 16% resistem em economizar em compras supérfluas
Entre os inadimplentes que vão fazer cortes no orçamento e economizar para pagar as dívidas (22%), a maior parte deixará de comprar roupas e calçados (44%), diminuir atividades de lazer (39%) ou cortar gastos com alimentação fora de casa (29%), produtos em supermercados (25%) e salão de beleza (25%). Para 51%, a maior dificuldade para quitar a dívida em atraso é o fato de o valor total da pendência superar em muitas vezes a renda que possui. Há ainda 26% de entrevistados que enfrentam dificuldades para economizar em despesas básicas e 16% que resistem em economizar com itens supérfluos, abandonando velhos hábitos de consumo.

download 23 08 2017 temproarioInadimplente atrasa pagamento de roupas e até compras de supermercado; plano de saúde e condomínio são as mais pagas em dia
Uma constatação do estudo é que a aquisição de produtos em supermercados se posiciona em 2017 como o segundo item que mais originou a inadimplência, responsável por 31% das compras não pagas (cartão de crédito, cartão de lojas, cheque ou crediário). Em primeiro lugar está a compra de roupas, calçados e acessórios com 60% de menções. Completam a lista os eletrônicos (18%), celulares (16%) e eletrodomésticos (14%). Comparando com a população em geral, as mulheres tendem a ficar mais inadimplentes nas compras de peças de vestuário e calçados (64%), enquanto a classe C extrapola os limites do orçamento quando adquirem celulares (16%) e móveis para casa (12%).

De uma forma geral, os compromissos financeiros do inadimplente que mais estão em atraso, mesmo sem ter gerado o nome sujo, são os ligados ao crédito de instituições financeiras ou no comércio, cuja incidência de juros é maior, como cartão de loja (84% entre os que têm essa conta), empréstimo em banco ou financeira (74%), cartão de crédito (74%), cheque especial (72%) e crediário (67%). Em sentido contrário, os compromissos que os inadimplentes mais pagam em dia, são aqueles considerados básicos, como plano de saúde (93% dos que têm esse compromisso), condomínio (89%), aluguel (84%), internet e TV por assinatura (83%) e conta de água e luz (80%).

Querer aproveitar uma promoção leva consumidores à inadimplência; 47% desequilibraram as finanças enquanto viviam problemas emocionais
inadimplente temproarioPor trás de todas essas sérias consequências financeiras que a inadimplência gera, existe um conjunto de comportamentos, sentimentos e impulsos que podem levar o consumidor a atrasar as contas. Dados da pesquisa apontam que quase a metade (47%) dos inadimplentes estava com algum problema emocional que contribuiu para a geração da dívida, sendo a dificuldade para lidar com problemas financeiros (14%), ansiedade (12%), insatisfação no trabalho (9%) e problemas no relacionamento familiar (7%) as causas mais citadas.

Levando em consideração os devedores que admitem o descontrole financeiro ou acesso ao crédito fácil como causa da inadimplência, quase um terço (32%) afirmou que quis aproveitar uma promoção e acabou realizando uma compra sem avaliar o próprio orçamento – percentual que cresce para 46% entre jovens de 18 a 34 anos.

47% dos que não têm controle do orçamento não mudaram atitudes e apenas 18% buscaram ajuda
Entre os entrevistados que alegaram descontrole nas compras e falta de planejamento financeiro, 53% tentaram mudar algo em sua atitude para resolver esses problemas, como anotar as despesas e gastos (27%), diminuir as saídas com amigos gastadores (18%) e até mesmo evitar de sair com o cartão de crédito na carteira (16%). Na contramão desse comportamento, 47% admitiram não ter mudado qualquer conduta, principalmente, por acreditarem que a dívida não é um grande problema para o seu dia a dia (20%) ou que a situação não as incomoda (11%).

Após contrair a dívida, a maioria (82%) desses inadimplentes reconhece não ter procurado ajuda para frear os próprios impulsos, principalmente por acreditarem que conseguem resolver sozinhos essa situação (48%). Apenas 18% procuraram algum tipo de auxílio para colocar as contas em ordem, seja de um amigo (6%) ou um profissional especializado (6%).
Fonte: SPC Brasil/CNDL.

Mais artigos...

  1. De concurso de miss a maternidade, cadeirantes contam como resgataram autoestima
  2. Verba de multas poderá ir para o trânsito
  3. Como seria uma guerra entre EUA e Coreia do Norte?
  4. Fundo Amazônia vai investir R$ 150 milhões em novos projetos de conservação
  5. Duração de licença-paternidade reforça desigualdade na criação dos filhos
  6. Há 80 anos, União Nacional dos Estudantes faz história no país
  7. Barriga tanquinho: regra 80/20 é o segredo para conquistar e manter o abdômen definido
  8. Estudo mostra que o uso de etanol nos veículos reduz a poluição por nanopartículas
  9. Aleitamento materno ainda enfrenta obstáculos
  10. Segurança pública: solução depende de participação social
  11. “Memórias Póstumas de Brás Cubas” observa a condição humana
  12. Do sertão à ‘selva’ paulistana, o rito de passagem dos pankararu
  13. Dieta pós 40: veja o que deve mudar no cardápio para garantir vigor durante a meia idade
  14. Uerj pesquisa influência da atividade física das mães na obesidade dos filhos
  15. A desigualdade “racial” nas eleições
  16. Pediatras lançam guia para promover atividade física a criança e adolescente
  17. Sem aumento do PIS/Cofins, governo perde R$ 78 milhões por dia, diz AGU
  18. Pesquisa diz que a cada 16,8 segundos uma tentativa de fraude é aplicada no país
  19. O ano de 2016 bateu um novo recorde de deslocamentos forçados - Quais países mais geram refugiados pelo mundo?
  20. Pesquisa revela como o exercício físico protege o coração
  21. Laerte: heroína trans ou homem vestido de mulher?
  22. Declínio de Temer no exterior ajuda Macri a projetar Argentina
  23. O mundo, para as crianças, é a sua comunidade
  24. Misto de sentimentos marca saída dos militares brasileiros do Haiti
  25. Desemprego e informalidade assolam mulheres da América Latina
  26. Automedicação pode ter graves consequências
  27. Lei de Cotas em concurso é julgada constitucional, mas ainda motiva ações
  28. Migração: nova lei assegura direitos e combate a discriminação
  29. Grande São Paulo precisa controlar a emissão dos veículos a diesel
  30. O perfil dos corredores de rua amadores
  31. Há 100 anos, greve geral parou São Paulo
  32. Desvendando o cártamo: o que esse óleo pode fazer por sua dieta?
  33. Expectativa de vida de transexuais é de 35 anos, metade da média nacional
  34. Dalva de Oliveira
  35. Sem espaço adequado, Câmara guarda 1,2 mil obras de arte longe do público
  36. Doenças do inverno: Como fortalecer a alimentação e afastar os males típicos dessa época
  37. São Paulo precisa redescobrir a relação com seus rios
  38. Intervenções na Amazônia maquiam problemas, aponta pesquisador
  39. Plano Nacional de Educação completa três anos com apenas 20% das metas cumpridas
  40. Ao completar 9 anos, Lei Seca não impede que motoristas dirijam alcoolizados
  41. COOs e CTOs: corram para as montanhas!
  42. Crianças com microcefalia têm atendimento especializado
  43. Cruz Vermelha alerta para retorno da guerra urbana no Oriente Médio
  44. O que você come à noite pode atrapalhar o emagrecimento?
  45. Brasil registra aumento de trabalho infantil entre crianças de 5 a 9 anos
  46. Senado do Império estudou transposição do Rio São Francisco
  47. Projeto reacende debate sobre alimentos transgênicos
  48. Lei cria documento único de identificação nacional
  49. Pesquisa e desenvolvimento são principais ferramentas para eficiência energética
  50. Cidades costeiras são mais vulneráveis a mudanças do clima
  51. As empresas precisam “sair do armário”
  52. Eleitores jovens se afastam da democracia tradicional
  53. Brasil poderá ter evento nacional destinado à prevenção do suicídio
  54. Brasil reduz mortalidade materna, mas continua longe do ideal, diz especialista
  55. Consumo excessivo de álcool na balada expõe homens e mulheres a riscos diferentes
  56. Conheça as regras para adotar uma criança no Brasil
  57. Ciclovias em expansão influenciam mercado imobiliário de São Paulo
  58. Em dias de intolerância, pesquisadores destacam valor das mensagens de Gentileza
  59. O fim do carro próprio?
  60. Congresso avalia projetos para atender configurações familiares modernas
  61. BGE: 123 milhões de jovens com 15 anos ou mais não praticam esporte no Brasil
  62. Metabolismo lento: como identificar e reverter o problema que pode prejudicar a perda de peso
  63. Temer nega ampliação da faixa de isenção do Imposto de Renda
  64. Sinal verde para o emagrecimento: combine chá e café para turbinar a queima de gordura
  65. Tese revela luta das brasileiras por direitos civis e trabalhistas
  66. Estudo investiga como vida conjugal influencia carreira feminina
  67. Maio Amarelo quer reduzir acidentes e vítimas de trânsito
  68. Reposição de vitaminas na terceira idade: o que é fundamental para manter o vigor e garantir mais saúde?
  69. Dorival Caymmi, a pedra que ronca no meio do mar
  70. Em São Paulo, 97,8% dos idosos não conseguem atravessar a rua no tempo dos semáforos
  71. Direito do preso de trabalhar é realidade só para minoria
  72. 10 alimentos para aliviar os sintomas do estresse e da ansiedade
  73. Veja o que muda com a reforma trabalhista aprovada na Câmara
  74. Mulheres podem ter direito a escolher o alistamento militar
  75. Cardápio energizante: Como vencer o cansaço e a fraqueza causados pela má alimentação
  76. Um em cada dez estudantes no Brasil é vítima frequente de bullying
  77. Livros infantis ganham espaço no mercado brasileiro
  78. Pesquisas resgatam história genética de remanescentes de quilombos
  79. Gorduras do bem: Conheça os diferentes tipos de Ômega e saiba porque eles são itens obrigatórios no cardápio
  80. Direto da Amazônia, livro revela como a castanha-do-pará ganhou o mundo
  81. Modo de vida camponês ainda resiste entre pequenos agricultores
  82. São Paulo de Todos os Tempos e o sentido de respeito à cidade
  83. Reforma trabalhista recebe 844 emendas; relatório deve ser apresentado na quarta-feira
  84. Proposta proíbe concurso público exclusivo para cadastro de reserva
  85. Há 40 anos, ditadura impunha Pacote de Abril e adiava abertura política
  86. Como a dívida pública afeta cada brasileiro
  87. Lanchinhos no trabalho: Quais substituições podem ajudar a evitar os deslizes da dieta
  88. Abelhas sem ferrão têm guardas especializadas para defender suas colmeias
  89. Discurso das novas dietas reforça padrões de beleza inalcançáveis
  90. Efeitos da seca acentuam de maneira permanente perda florestal na Amazônia
  91. Jogadores contam histórias do preconceito enfrentado na Europa
  92. Saúde e boa forma: aposte na dieta para eliminar a barriga e controlar a síndrome metabólica
  93. Brasil carece de legislação para reúso de água
  94. ONU: crise econômica emperra desenvolvimento humano no Brasil
  95. Livro revela o pouco conhecido Holocausto da Transnístria
  96. Lava Jato completa três anos de investigações com 260 acusados criminalmente
  97. Livro mostra as verdadeiras origens de Corinthians, Palmeiras e São Paulo
  98. Doença renal crônica leva mais de 120 mil brasileiros para hemodiálise
  99. Orçamento taxava dono de escravo e previa salário para Pedro II
  100. Desafiando o Império, há 200 anos Pernambuco criava primeira República do Brasil