Plano Nacional de Educação completa três anos com apenas 20% das metas cumpridas

Após três anos de vigência do Plano Nacional de Educação (PNE), apenas seis das 30 metas e estratégias que deveriam ter sido cumpridas até 2017 foram alcançadas total ou parcialmente. O número representa 20% do total, o que significa que quatro em cada cinco metas não foram atingidas. O balanço é do Observatório do PNE (OPNE), uma plataforma formada por 24 organizações parceiras, coordenada pelo movimento Todos Pela Educação

Sumaia Villela / Agência Brasil

Alunos da Escola Municipal Abílio Gomes, na capital pernambucana, usam livros didáticos que podem ser proibidos pela Câmara de Vereadores.

Sabrina Craide/ABr

O PNE é uma lei federal, sancionada em 2014, que prevê metas para melhorar a qualidade do ensino brasileiro em um prazo de dez anos, desde a educação infantil até a pós-graduação. As estratégias preveem aumento do investimento, melhorias em infraestrutura e valorização do professor. O texto estabelece 20 metas para serem cumpridas até 2024, das quais oito têm prazos intermediários, que já venceram. A lei também aponta 254 estratégias relacionadas a cada uma das metas e 14 artigos que definem ações a serem realizadas no país.

Na avaliação da presidente executiva do Todos Pela Educação, Priscila Cruz, o principal entrave para o cumprimento do PNE é a falta de um plano estratégico que estabeleça uma ordem de execução das metas. Para ela, os governos federal, estaduais e municipais deveriam ter traçado uma estratégia de execução para definir o que deve ser feito primeiro.

“O plano não coloca as metas e as estratégias em uma ordem para que a gente consiga fazer com que ele seja realmente executado e cumprido. Algumas metas são gargalos para outras, é preciso definir quais deveriam ser cumpridas antes para que outras avancem e quais metas vão impedir que as demais sejam cumpridas”, aponta.

Para a pedagoga Anna Helena Altenfelder, superintendente do Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (Cenpec), o balanço dos três anos do PNE é preocupante. “Ainda mais se levarmos em consideração que as metas são articuladas e o sucesso de uma depende da execução da outra. Temos que pensar no plano como um todo”, diz.

O MEC diz que está trabalhando na implantação de políticas estruturantes e na melhoria da gestão dos programas para alcançar melhores resultados. Uma das principais ações é implantação da Base Nacional Curricular Comum (BNCC) que deverá promover a melhoria das aprendizagens em todas as etapas da educação básica. As ações envolvem também investimento na melhoria das escolas, na formação dos professores, na educação infantil, além da garantia da alfabetização e da mudança da estrutura O PNE determina que todas as crianças de 4 a 5 anos deveriam estar matriculadas na escola até 2016.curricular do Ensino Médio.

Valorização dos professores
Entre as metas consideradas fundamentais para o avanço da educação no país e que não foram cumpridas, algumas dizem respeito à valorização dos professores, considerada um dos gargalos para o avanço do ensino. A meta 18, por exemplo, estabelece que devem ser assegurados planos de carreira para os profissionais da educação básica e superior públicas, tomando como referência o piso salarial nacional. Segundo o Observatório, não há iniciativas em curso em âmbito federal.

“Com um bom professor, em uma escola com um bom diretor e bem gerida, com infraestrutura adequada, você consegue andar com várias metas [previstas no plano]”, diz Priscila.

Ela também cita como exemplo a meta que prevê a melhoria do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), indicador criado pelo Ministério da Educação (MEC) para medir a qualidade do ensino em diferentes etapas. A avaliação do Observatório é que apenas a meta do 5º ano do ensino fundamental foi cumprida, enquanto os anos finais dessa etapa e o ensino médio ainda estão em um patamar muito baixo. “Essa meta do Ideb não vai acontecer se não melhorarmos a formação dos professores. O maior determinante para a aprendizagem de alunos é a qualidade do professor”, diz.

A valorização da carreira docente também é apontada pela superintendente do Cenpec como fundamental para o sucesso do restante do plano. “Se queremos uma educação de qualidade, não se pode pensar nisso sem a valorização da carreira docente, que passa pelas condições de trabalho, pela carreira do professor e pela formação”, diz Anna Helena.

Educação infantil

Uma das metas do PNE determina que todas as crianças de 4 a 5 anos deveriam estar matriculadas na escola até 2016. Os dados mais recentes da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (Pnad), que são de 2015, mostram que a taxa de atendimento nessa faixa etária é de 90,5%. O cumprimento real da meta só poderá ser aferido quando a Pnad 2016 for divulgada, mas o relatório da Observatório destaca que o percentual de 9,5% restante representa cerca de 500 mil crianças dessa faixa etária fora da escola.

05-01-2017 temporoario“Se a criança não entrou na educação infantil, ela vai ter mais dificuldades de se alfabetizar. Não se alfabetizando, ela não vai conseguir aprender tudo aquilo que ela deveria. Não aprendendo, ela vai abandonar a escola antes do tempo. É uma reação em cadeia”, explica Priscila Cruz.

No Brasil, a educação infantil é responsabilidade dos municípios. Para o presidente da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), Aléssio Costa Lima, a garantia da matrícula de todas as crianças nesta etapa de ensino depende de políticas públicas de inclusão social, uma vez que quem está fora da escola nessa faixa etária são moradores de periferias de centros urbanos ou de lugares distantes, com difícil acesso. “Teremos que ter um conjunto de políticas articuladas que venham a garantir a questão da inclusão”, diz o secretário.

O PNE prevê também que o investimento público em educação deve ser ampliado para 7% do Produto Interno Bruto (PIB) até 2019 e para 10% até 2024. O presidente da Undime destaca que a ampliação de recursos para a educação é fundamental para o cumprimento das metas restantes. Para ele, o modelo atual de financiamento, que ocorre principalmente por meio do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), não é suficiente para atender as necessidades do setor.

“É preciso assegurar novas fontes de investimentos porque a melhoria da qualidade e a ampliação da oferta, como está colocado em muitas metas, isso não se faz sem acréscimo de investimentos”, diz o secretário.

MEC

Entre as ações de melhoria da gestão, o MEC informa que lançou o Programa de Fomento à Implementação de Escolas de Ensino Médio em Tempo Integral, com a oferta de mais de 500 mil vagas, o que, segundo a pasta, vai mais que dobrar a quantidade de matrículas em Tempo Integral no Ensino Médio. “O Programa conta com R$ 1,5 bilhão de investimento para ajudar os estados com as novas vagas”, diz a nota do ministério.

Outro exemplo é a regulamentação do Ensino a Distância. De acordo com o ministério, a medida vai ajudar a ampliar o acesso ao ensino superior. Em âmbito técnico, o Ministério da Educação informa que lançou, no fim do ano passado, o MedioTec, com orçamento de R$ 700 milhões. Além disso, recentemente, o MEC conseguiu pactuar mais de 107 mil vagas com instituições públicas e privadas, 30% a mais do que o previsto inicialmente. “Todas essas são ações que estão em consonância com o PNE”, destaca o texto.

“É importante destacar que a atual gestão do MEC recebeu a pasta em maio de 2016 com corte no orçamento, de R$ 10 bilhões em 2015 e R$ 6,4 bilhões em 2016, e com dívidas elevadas de programas estratégicos do governo anterior. As ações estratégicas que estão sendo implantadas pela atual gestão estão atreladas ao Plano Nacional de Educação”, acrescenta a nota.

Mais artigos...

  1. Ao completar 9 anos, Lei Seca não impede que motoristas dirijam alcoolizados
  2. COOs e CTOs: corram para as montanhas!
  3. Crianças com microcefalia têm atendimento especializado
  4. Cruz Vermelha alerta para retorno da guerra urbana no Oriente Médio
  5. O que você come à noite pode atrapalhar o emagrecimento?
  6. Brasil registra aumento de trabalho infantil entre crianças de 5 a 9 anos
  7. Senado do Império estudou transposição do Rio São Francisco
  8. Projeto reacende debate sobre alimentos transgênicos
  9. Lei cria documento único de identificação nacional
  10. Pesquisa e desenvolvimento são principais ferramentas para eficiência energética
  11. Cidades costeiras são mais vulneráveis a mudanças do clima
  12. As empresas precisam “sair do armário”
  13. Eleitores jovens se afastam da democracia tradicional
  14. Brasil poderá ter evento nacional destinado à prevenção do suicídio
  15. Brasil reduz mortalidade materna, mas continua longe do ideal, diz especialista
  16. Consumo excessivo de álcool na balada expõe homens e mulheres a riscos diferentes
  17. Conheça as regras para adotar uma criança no Brasil
  18. Ciclovias em expansão influenciam mercado imobiliário de São Paulo
  19. Em dias de intolerância, pesquisadores destacam valor das mensagens de Gentileza
  20. O fim do carro próprio?
  21. Congresso avalia projetos para atender configurações familiares modernas
  22. BGE: 123 milhões de jovens com 15 anos ou mais não praticam esporte no Brasil
  23. Metabolismo lento: como identificar e reverter o problema que pode prejudicar a perda de peso
  24. Temer nega ampliação da faixa de isenção do Imposto de Renda
  25. Sinal verde para o emagrecimento: combine chá e café para turbinar a queima de gordura
  26. Tese revela luta das brasileiras por direitos civis e trabalhistas
  27. Estudo investiga como vida conjugal influencia carreira feminina
  28. Maio Amarelo quer reduzir acidentes e vítimas de trânsito
  29. Reposição de vitaminas na terceira idade: o que é fundamental para manter o vigor e garantir mais saúde?
  30. Dorival Caymmi, a pedra que ronca no meio do mar
  31. Em São Paulo, 97,8% dos idosos não conseguem atravessar a rua no tempo dos semáforos
  32. Direito do preso de trabalhar é realidade só para minoria
  33. 10 alimentos para aliviar os sintomas do estresse e da ansiedade
  34. Veja o que muda com a reforma trabalhista aprovada na Câmara
  35. Mulheres podem ter direito a escolher o alistamento militar
  36. Cardápio energizante: Como vencer o cansaço e a fraqueza causados pela má alimentação
  37. Um em cada dez estudantes no Brasil é vítima frequente de bullying
  38. Livros infantis ganham espaço no mercado brasileiro
  39. Pesquisas resgatam história genética de remanescentes de quilombos
  40. Gorduras do bem: Conheça os diferentes tipos de Ômega e saiba porque eles são itens obrigatórios no cardápio
  41. Direto da Amazônia, livro revela como a castanha-do-pará ganhou o mundo
  42. Modo de vida camponês ainda resiste entre pequenos agricultores
  43. São Paulo de Todos os Tempos e o sentido de respeito à cidade
  44. Reforma trabalhista recebe 844 emendas; relatório deve ser apresentado na quarta-feira
  45. Proposta proíbe concurso público exclusivo para cadastro de reserva
  46. Há 40 anos, ditadura impunha Pacote de Abril e adiava abertura política
  47. Como a dívida pública afeta cada brasileiro
  48. Lanchinhos no trabalho: Quais substituições podem ajudar a evitar os deslizes da dieta
  49. Abelhas sem ferrão têm guardas especializadas para defender suas colmeias
  50. Discurso das novas dietas reforça padrões de beleza inalcançáveis
  51. Efeitos da seca acentuam de maneira permanente perda florestal na Amazônia
  52. Jogadores contam histórias do preconceito enfrentado na Europa
  53. Saúde e boa forma: aposte na dieta para eliminar a barriga e controlar a síndrome metabólica
  54. Brasil carece de legislação para reúso de água
  55. ONU: crise econômica emperra desenvolvimento humano no Brasil
  56. Livro revela o pouco conhecido Holocausto da Transnístria
  57. Lava Jato completa três anos de investigações com 260 acusados criminalmente
  58. Livro mostra as verdadeiras origens de Corinthians, Palmeiras e São Paulo
  59. Doença renal crônica leva mais de 120 mil brasileiros para hemodiálise
  60. Orçamento taxava dono de escravo e previa salário para Pedro II
  61. Desafiando o Império, há 200 anos Pernambuco criava primeira República do Brasil
  62. Reforma promete ensino médio mais atraente
  63. Maioria das mulheres no Brasil e no mundo prefere trabalhar a ficar em casa
  64. As mulheres e o direito ao esporte
  65. Onde se escondem as poucas onças-pintadas que sobraram
  66. Como apostar nas fibras para reduzir o inchaço e melhorar a saúde
  67. Construção de cisternas leva desenvolvimento à região do semiárido
  68. Bacalhau do Batata levou trabalhadores e foliões para as ruas de Olinda
  69. Novas regras para deportação geram apreensão entre imigrantes nos EUA
  70. Entra em vigor acordo global que pode gerar US$ 1 trilhão de comércio por ano
  71. Quando o carnaval questiona limites de sua própria liberdade
  72. Dieta e malhação: conheça os maiores erros antes e depois do treino e saiba como evitá-los
  73. Consumo de combustíveis no Brasil caiu 4,5% em 2016
  74. Brasil, um desperdiçador em dois mundos
  75. Polícia militarizada favorece manifestações como as do Espírito Santo, diz professor
  76. A explosão da economia compartilhada
  77. Não há nível de desmatamento seguro para o clima na Amazônia
  78. Nordeste entra no sexto ano do que pode ser a pior seca de sua história
  79. Crise do sistema de aposentadorias já preocupava dom Pedro II
  80. Estudo mapeia condições das favelas em São Paulo
  81. Guia alerta sobre consumo precoce de bebidas alcoólicas entre jovens
  82. O grande salto das mulheres em 2015
  83. Confira as eleições que podem mudar o mundo em 2017
  84. Mãe conta drama de enterrar filho degolado em Alcaçuz
  85. Nem leão, nem gazela
  86. A desigualdade posta à mesa
  87. Febre amarela: conheça os sintomas e saiba quando tomar a vacina
  88. Água incita disputa por terras no Nordeste 
  89. Obama termina mandato com boa aprovação e erros, mostram pesquisas
  90. Às vésperas da posse, brasileiros nos EUA estão apreensivos
  91. Oito homens mais ricos detêm mesmo patrimônio que a metade mais pobre do mundo
  92. Iphan completa 80 anos com grande patrimônio e poucos recursos
  93. Contribuições da Fiocruz à sociedade serão foco da nova presidente
  94. Passados 10 anos, ninguém foi condenado por acidente no Metrô
  95. Confira dicas para economizar e itens proibidos na lista de material escolar
  96. Brasil quer intensificar relações com os Estados Unidos e ampliar comércio
  97. Equoterapia estimula crianças com autismo
  98. Programa de cuidado com saúde mental auxilia idosos com depressão
  99. Temer terá de superar desafios políticos para conter crise, dizem especialistas
  100. O clube dos cidadãos de cor