Intranquilidade preocupante!

Caros leitores, por mais que tenhamos esperança, diante do atual “status quo”, fica muito difícil acreditar que a situação terá um desfecho satisfatório e que o país vai voltar rapidamente à total normalidade!

Vejamos: com a saída do PMDB da base de apoio ao governo, é de se supor que a presidente perderá o mandato, através do “impeachment” que está sedo discutido na Câmara dos Deputados, além de outros já protocolados. Se tal se der, Temer que também está sendo investigado nos bastidores do Congresso, deverá assumir. Se ele for vetado, será o deputado Eduardo Cunha; e se este também for cassado, será o senador Renan Calheiros, também investigado, todos membros do PMDB. Será uma sequência de sucessões a transtornar o contexto político social do nosso país!

Diante desse quadro, será muito difícil esperar que o país volte à normalidade como é necessário, para evitar o agravamento da atual situação, que envolve a falta de recursos para tudo e o que é mais grave, está gerando o desemprego de consequências imprevisíveis. Como se isso não bastasse, não sabemos qual vai ser a reação da militância e “adeptos” do PT. Alguns parlamentares têm dito que não vai haver golpe e que irão a luta.

Faz parte da nossa constituição que as forças armadas têm como papel importante no contexto nacional, preservar a paz no âmbito interno da nação. Então, embora sob o “comando” de um ministro civil e petista, não creio que, se o PT tentar tumultuar, elas se tornem omissas.
Posto tudo isso, é lastimável o que se vê e preocupante o que pode acontecer. Diante disso, só nos resta conclamar os homens de bem, dos três poderes, que se dispam de eventuais “falsas paixões” e exerçam o Patriotismo em suas decisões.

A Nação, atônita com os acontecimentos, espera que Deus nos ajude a encontrar com sabedoria e honestidade de propósitos, o caminho da saída desta lamentável situação.

(*) - É Jornalista – MTb 21.275 (O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.).