Decepção, num lacônico fim de ano!

Ao ensejo de estramos iniciando a última quinzena de 2015, um ano muito ruim, repleto de imprevistos, mesmo com muita “coisa” por acontecer, decepcionado com o atual “status quo”, de difícil reversão, de muitas dúvidas, nos procedimentos dos três poderes, resolvi tirar umas férias, e como afirmei na última matéria, seja lá o que Deus quiser!

No último dia 8, comemoramos o Dia da Justiça. Embora eu seja um grão de areia no deserto, tentei inutilmente conclamar os nobres senhores ministros da suprema corte, através da assessoria de comunicação do CNJ – Conselho Nacional de Justiça, que me forneceu os seus “e-mails”, para nos casos excepcionais, já que em direito tudo é uma mera questão de interpretação, exercessem o Patriotismo, do qual, lamentavelmente, estamos tão carentes! Entretanto, receio que as mensagens não chegaram...
Com apoio da Maçonaria através das redes sociais, o povo, em número bem menor que nas ocasiões anteriores foi mais uma vez às ruas pedir o “impeachment” da presidente Dilma, seja pela atual situação financeira do país, seja pelas “pedaladas” pré e pós reeleição, seja pela corrupção na Petrobras, seja pela sua conivência em tudo isso, que a priori, só Deus sabe o que vai ou pode acontecer, reitero, seja lá o que Deus quiser!
Se Dilma for impugnada, pela ordem cronológica dos fatos, Temer deve assumir e isso se concretizar, o que poderá acontecer, no nosso bagunçado contexto? O presidente da câmara também poderá ser cassado e seu vice não parece ser um parlamentar experiente para o exercício do cargo, o terceiro homem na linha sucessória do governo!
Como podem notar, as coisas estão muito difíceis de equacionar e as soluções lamentavelmente podem não ser as melhores. Provavelmente não serão aquelas que nos dê tranquilidade, paz e esperança de um Feliz Ano Novo! Mesmo assim, por uma questão de fé em Deus, que dizem ser brasileiro, eu lhes desejo Boas Festas e um Ano Novo promissor, bem melhor que este que estamos encerrando.

(*) - É Jornalista – MTb 21.275 - (www.emquestao.com) (O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.).