Desfecho preocupante

Estamos diante de uma situação preocupante e imprevisível!

Além da greve dos caminhoneiros pelo “impeachment” da presidente Dilma está previsto para este domingo (15), data da proclamação da república, uma concentração gigantesca em Brasília, no mesmo sentido, pela exclusão da presidente.
Em contra partida o ministro da justiça mandou multar e apreender a carteira de motorista dos caminhoneiros grevistas numa atitude arbitraria e discriminatória, pois como comentou José Paulo de Andrade, do Jornal Gente, da Rádio Bandeirantes, por que não tomam a mesma providência com relação aos sem teto quando obstruem as vias de acesso nas reintegrações de posse e o vandalismo em outras manifestações reivindicatórias?
Nota-se pelos documentários da mídia eletrônica e ilustrações das redes sociais que os caminhoneiros a rigor não estão obstruindo as rodovias, pois estão alinhados à direita das estradas, deixando o fluxo passar normalmente à esquerda. O movimento dos caminhoneiros não tem apoio sindical, mas além do objetivo principal, tem razão de ser, devido às dificuldades de entendimento com o governo sobre os fretes e preço do diesel. O que preocupa é o desabastecimento e as exportações que dependem fundamentalmente do transporte rodoviário.
Os petroleiros estão em greve, comprometendo parcialmente a produção, podendo em breve causar a falta de combustível, não obstante concorrer para o aumento do preço na bomba. Enquanto isso “rola” externamente nos preocupando muito, no congresso as “coisas” continuam mal paradas devido a maldita burocracia regimental, que permitem postergar ao bel prazer dos personagens que “decidem” em defesa dos seus interesses escusos.
Em vista de tudo isso, é muito importante rogarmos a Deus que ilumine nossos homens públicos, para que dispam-se das suas falsas paixões e investidos de um elevado espirito de Patriotismo, conduzam os acontecimento a um desfecho coerente e sensato.

(*) - É Jornalista – MTb 21.275 - (www.emquestao.com) (O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.).