Situação inacreditável

Gente o que está acontecendo em nosso país? Será não vamos conseguir nos livrar dessa praga denominada “corrupção”?

Sempre afirmei que ela faz parte da nossa cultura, porém jamais imaginei que chegasse a esse ponto, envolvendo tanta gente importante em postos chaves do contexto político administrativo.
Agora é o deputado Eduardo Cunha, presidente da Câmara que, com muita habilidade e determinação tem conduzido a rotina da casa, a seu bel prazer, contrariando algumas “regras”, mormente as solicitações da presidente, que precisa sair do sufoco e está negociando cargos e ministérios com PMDB, do qual ele faz parte, mas não se enquadra. A bancada do partido já tem vários dissidentes que se manifestam contra o fisiologismo.
O presidente do senado, Renan Calheiros também PMDB, menos rebelde, dizem que também não tem “ficha limpa” embora ainda não tenha sido denunciando.
Já circulam rumores de que o supremo quer absorver parte dos processos instaurados pelo Juiz Sergio Moro, sobre o escândalo do Petrobrás e outros interligados, o que deixa duvida quanto à lisura de sua conclusão, devido ao fato da maioria dos atuais ministros da suprema corte terem sido indicados por Lula e Dilma. Pela tradição, diz um ditado que as pessoas não costumam ou não devem cuspir no prato em que comeram.
Lula e seu filho já estão sendo criticados por um absurdo enriquecimento ilícito. De onde saiu esse dinheiro? Diante desse lamentável “status quo” o que podemos esperar para o nosso país, no futuro próximo? Vão aprovar o ajuste fiscal? Tudo vai voltar à normalidade mesmo sob égide do PT? Vai haver “impeachment”? O impedimento incluirá o PMDB, ou vamos trocar seis por meia dúzia?
Oxalá Deus, que dizem ser brasileiro, ilumine os homens públicos do nosso país, para que eles exerçam o Patriotismo e encontrem uma saída honesta e honrosa para essa lamentável e terrível situação!

(*) É Jornalista – MTb 231.275 (www.emquestao.com) ou (O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.).