Situação Angustiante!

Outro dia cometi um engano ao titular minha matéria sobre o nosso “status quo” político administrativo, como sendo algo parecido com a casa de “Maria Joana”, quando na realidade deveria ser “Mãe Joana”, o que não altera o seu conteúdo, que se sucede no dia-a-dia!

Vejam só, como é que pode alguém na presidência da câmara federal, pessoalmente romper com a presidente e no desempenho da sua função não levar em conta sua decisão? Será que o nobre deputado tem dupla personalidade ou devemos entender como natural, por exemplo, se ele fosse “corinthiano, torcer para Palmeiras”. Dá para entender?
Enfim são coisas do estranho PMDB da atualidade. Realmente a câmara sob a sua presidência está bastante ativa e através do seu “rolo compressor” tem aprovado de forma atabalhoada algumas propostas, cujo resultado tem deixado a desejar e vão precisar de ajustes na eventual regulamentação. Por outro lado o PSDB parece estar esperando cair do céu as providências que deveriam ser tomadas imediatamente para conter as arbitrariedades do PT, inclusive na sua publicidade enganosa, na tentativa de manter seus adeptos empolgados e aqui em São Paulo na tentativa de ganhar espaço em vista das próximas eleições.
O prefeito está obcecado pelas suas ciclovias, que em dias úteis, não leva ninguém a lugar nenhum, enquanto o trânsito continua caótico nos horários de pico, devido às absurdas restrições, o lixo continua sendo muito mal coletado, os “sem tento” continuam invadindo e a periferia continuar clamando por melhorias. Como se tudo isso bastasse, a falta d’água e a segurança, embora não sejam atribuições municipais, continuam preocupando. Em resumo viver em Sampa começa a ficar angustiante!
Em respostas às inúmeras contestações sobre tudo o que vai mal na administração pública federal e são em quase todos os segmentos, que a mídia expõe nos noticiários de todo dia, agora a causa é a falta de dinheiro! No entanto, a Caixa, que é o grande balcão de negócios do governo com a população, em todos os níveis, é patrocinadora de vários clubes de futebol profissional em todo o território nacional.
Fazia parte da campanha eleitoral e continua onerando o erário público que devia estar à disposição em suas agências para atender a população. Também o dinheiro mal administrado acaba dando prejuízo!
Gente, estamos diante de uma situação realmente angustiante sem prenuncio de uma melhora a custo prazo.

(*) É Jornalista – MTb 231.275 (www.emquestao.com) ou (O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.).