Contato: (11) 3043-4171

Empregos na indústria recuaram 0,7% em julho

A folha de pagamento real recuou 7% em relação a julho de 2014.

A indústria brasileira perdeu 0,7% de seus postos de trabalho de junho para julho deste ano, segundo a Pesquisa Industrial Mensal de Emprego e Salário (Pimes), divulgada hoje (18) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE)

O total de pessoal ocupado na indústria em julho deste ano é 6,4% inferior ao total de julho de 2014.
Essa é a 46ª queda consecutiva neste tipo de comparação e a mais intensa desde julho de 2009, quando atingiu -6,7%. O emprego na indústria tem quedas acumuladas de 5,4% no ano e de 4,9% no período de 12 meses.
A queda de 6,4% na comparação com julho de 2014 pode ser explicada por perdas de postos de trabalho em 17 dos 18 setores pesquisados pelo IBGE, com destaque para meios de transporte (-11,9%), máquinas e aparelhos eletroeletrônicos e de comunicações (-15,1%), máquinas e equipamentos (-9,1%), produtos de metal (-10,7%) e alimentos e bebidas (-2,8%).
O IBGE também registrou resultados negativos em todos os tipos de comparação temporal, em outros dois indicadores: o número de horas pagas e a folha de pagamento real. O número de horas pagas caiu 1,2% na comparação com junho deste ano, 7,2% em relação a julho de 2014, 6% no acumulado do ano e 5,5% no acumulado de 12 meses.
Já a folha de pagamento real recuou 1,8% na comparação com junho deste ano, 7% em relação a julho de 2014, 6,3% no acumulado do ano e 5% no acumulado de 12 meses (ABr).

Dilma veta criação de cargos no Conselho Nacional do MP

Dilma argumentou que a criação de cargos vai de encontro às medidas do governo para reequilibrar as contas públicas.

A presidenta Dilma Rousseff vetou projeto aprovado pelo Congresso que cria cargos efetivos e em comissão e funções de confiança no Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP). A proposta prevê a criação de 90 cargos de auditor nacional de controle, 30 cargos de técnico nacional de controle, 26 funções de confiança nível FC-3 e 42 cargos em comissão no órgão, que é responsável pela fiscalização administrativa, financeira e disciplinar do Ministério Público.
Na mensagem de veto, Dilma argumentou que a criação de cargos vai de encontro às medidas do governo para reequilibrar as contas públicas. “Apesar da importância do Conselho Nacional do Ministério Público, a sanção deste projeto, nesse momento, contrariaria esforços empreendidos pelo governo no sentido de perseguir o equilíbrio fiscal na gestão dos recursos públicos, uma vez que criaria cargos e aumentaria a estrutura funcional do Estado, resultando em aumento de despesas públicas, notadamente despesas com pessoal”, justificou.
Segundo Dilma, o esforço pelo equilíbrio fiscal deve ser “compartilhado por todos os agentes públicos, em todos os Poderes da República” (ABr).

A modelo mais bem paga do mundo

A brasileira Gisele Bündchen é a top model mais bem paga do mundo desde 2002. Mesmo tendo anunciado o fim da sua carreira nas passarelas, em abril passado, a loira ganhou aproximadamente US$ 44 milhões entre junho de 2014 e o mesmo mês de 2015. A notícia foi divulgada pela revista norte-americana “Forbes”, que anualmente faz uma lista das modelos com os maiores cachês.
A übermodel conquistou esse exorbitante valor - cerca de cinco vezes mais do que seu marido, o jogador de futebol americano Tom Brady, faturou no mesmo período - sendo o rosto de grandes marcas. A brasileira foi protagonista de campanhas das grifes Chanel, Carolina Herrera e Under Armour, além de ter a própria coleção de lingeries da Hope e de sapatos da Grendene e de ter desfilado para a Colcci.
Empatadas em segundo lugar, com um cachê de “apenas” US$ 9 milhões, estão a britânica Cara Delevingne e a também brasileira Adriana Lima. A primeira conseguiu essa posição na lista devido a seus trabalhos como modelo, mas principalmente pelos recentes papéis no cinema. Delevingne foi protagonista do filme “Cidades de Papel” e participará do longa “Esquadrão Suicida”.
Já a segunda alcançou a colocação graças às campanhas das marcas Maybelline e Vogue Eyewear, ao anúncio da Kia Motors veiculado durante o intervalo do Super Bowl deste ano - evento com os minutos mais caros da televisão -, além, é claro, de ser a angel da Victoria’s Secret a ficar mais tempo no posto. A lista também conta com Alessandra Ambrosio, Karlie Kloss, Kendall Jenner, Natalia Vodianova, Edita Vilkeviciute e Gigi Hadid (ANSA).

 

Rua Vergueiro, 2949, 12º andar – cjto 121/122
04101-300 – Vila Mariana – São Paulo - SP

Contato: (11) 3043-4171