ISSN: 2595-8410 Contato: (11) 3043-4171

Intenção de consumo das famílias cai 27% em um ano

A pesquisa mostra que todos os indicadores ligados ao consumo estão na zona negativa.

A Intenção de Consumo das Famílias (ICF) caiu 5,3% em julho deste ano na comparação com junho, informou a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC)

Segundo a entidade, quando a comparação é com julho do ano passado a queda é bem maior: 27,9%. Com a queda, o indicador de julho, em relação ao mês anterior, atingiu 86,9 pontos. Quanto mais baixa é a pontuação em relação a 100, mais pessimista é o cenário de consumo do país.
A queda chegou a 27,9% na comparação com o mesmo mês do ano passado. A intenção de consumo mantém o ritmo de queda pelo sexto mês consecutivo, permanecendo abaixo dos 100 pontos. A comparação mensal do nível de confiança das famílias com renda maior que dez salários mínimos atingiu, em julho, 6,5% (85,1 pontos), o que indica recuo superior ao registrado entre aquelas com renda inferior a dez salários mínimos, que foi 5,1% (87,4 pontos).
A pesquisa, que ouviu consumidores nas capitais do país, mostra que todos os indicadores ligados ao consumo estão na zona negativa. O componente Nível de Consumo Atual, por exemplo, ficou em 67,2 pontos, em julho, com queda de 4,4% em relação a junho, e de 32,5% em relação ao mesmo período de 2014. Mais da metade das famílias (51,5%) declararam estar com o nível de consumo menor que o do passado (ABr).

Financiamento imobiliário do Banco do Brasil

É necessário possuir conta ativa do FGTS e um mínimo de 36 contribuições.

A partir desta semana, o Banco do Brasil passou a oferecer a linha de financiamento imobiliário Pró-Cotista com as novas condições definidas em maio pelo Conselho Curador do FGTS. A estimativa do BB é disponibilizar cerca de R$ 1 bilhão para novas operações. O banco identificou 2,2 milhões de clientes que reúnem condições para se habilitarem ao financiamento imobiliário por essa linha.
Para contratar, é necessário possuir conta ativa do FGTS e um mínimo de 36 contribuições, consecutivas ou não. No caso em que o cliente não possua conta ativa, é necessário que o seu saldo total no FGTS seja igual ou superior a 10% do valor do imóvel (ou do valor de compra e venda, o que for maior). A linha de crédito financia até 90% de imóveis avaliados em até R$ 400 mil, pelo prazo máximo de 360 meses. A taxa de juros é de 9% ao ano.
Recentemente, o BB implementou uma série de medidas para aprimorar suas demais linhas de crédito imobiliário. Para as linhas SBPE, no início do segundo trimestre, o BB ampliou o prazo de financiamento para até 420 meses, e elevou, para até 80%, o percentual de financiamento.
A carteira de crédito imobiliário do BB atingiu, em abril, R$ 42,06 bilhões, o que corresponde a crescimento de 45,9% em 12 meses.

Grécia: governo quer concluir acordo até 20 de agosto

O governo grego espera concluir um acordo com os credores sobre um novo empréstimo ao país até 20 de agosto, indicou a porta-voz governamental, Olga Gerovassili. Após a votação no Parlamento, prevista para hoje (22), do segundo pacote de reformas, o governo vai “retomar de imediato as negociações com as instituições – Comissão Europeia, Banco Central Europeu (BCE) e Fundo Monetário Internacional (FMI) – que devem prolongar-se até o dia 20 de agosto”.
Até essa data a Grécia espera finalizar um acordo para um terceiro resgate ao país, como ficou acordado na semana passada entre Atenas e a zona do euro. No dia 20 de agosto, a Grécia tem de fazer um reembolso de 3,188 bilhões de euros ao BCE e 1,5 bilhão de euros ao FMI em setembro. Na última segunda-feira (20), com o financiamento de 7,16 bilhões de euros que recebeu do Mecanismo Europeu de Estabilização Financeira, a Grécia liquidou um pagamento em atraso de cerca de 2 bilhões de euros ao FMI e recebeu do BCE 4,2 bilhões de euros.
A porta-voz explicou que o pacote de medidas, que será votado hoje no Parlamento, não inclui o corte gradual das reformas antecipadas uma vez o governo fez acordo com as instituições para encaminhar essa medida para “mais tarde”.

 

Rua Vergueiro, 2949, 12º andar – cjto 121/122
04101-300 – Vila Mariana – São Paulo - SP

Contato: (11) 3043-4171