FHC sobre Cunha: ‘Se ele tivesse visão de Brasil, renunciaria’

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso defendeu ontem (23), a renúncia do presidente da Câmara, Eduardo Cunha, que é acusado pelo MP de envolvimento no esquema de corrupção da Petrobras investigado pela Operação Lava Jato e suspeito de manter contas não declaradas na Suíça.

“O presidente da Câmara não tem mais condições morais e políticas de continuar exercendo o cargo. Se ele tivesse um pouco mais de visão de Brasil, ele renunciaria. Não tendo, vai ter que ser renunciado”, afirmou o tucano, que participou de um seminário sobre meio ambiente organizado pelo Instituto Teotônio Vilela. Também presente ao evento, o senador Aécio Neves, presidente do PSDB, afirmou que o partido avalia, em conjunto com outros legendas, quais medidas serão adotadas para afastar Cunha do comando da Casa. “O presidente não tem mais condições de conduzir a Câmara”, afirmou.
Fernando Henrique também criticou a falta de uma agenda que tire o País do atual cenário de crise. Sem citar nominalmente a presidente Dilma Rousseff, ele disse: “Se o chefe do Executivo não se empenha, as coisas não andam, se não há agenda, as coisas não funcionam.” E, virando-se para Aécio, que estava sentado ao seu lado na mesa principal do evento, disse: “Quem tem que resolver tudo isso é o Aécio”, numa referência à sucessão da presidente (AE).

Rua Vergueiro, 2949, 12º andar – cjto 121/122
04101-300 – Vila Mariana – São Paulo - SP