ISSN: 2595-8410 Contato: (11) 3043-4171

Bolsonaro é proibido por médicos de ir a debate

O candidato à Presidência da República pelo PSL, Jair Bolsonaro, foi proibido pelos médicos de participar do debate que será promovido pela Rede Globo hoje (4).

O chefe da equipe médica que cuida do candidato, Antônio Macedo, viajou ao Rio de Janeiro, onde Bolsonaro se recupera em casa, na Barra da Tijuca, para avaliar o quadro clínico do candidato. Ao final da visita, ele aconselhou repouso por mais sete a dez dias.
O capitão reformado retirou o curativo e interrompeu o uso de antibióticos já que não há, segundo os médicos, mais risco de infecção. O cirurgião do Albert Einstein ainda afirmou que o paciente estava predisposto a comparecer ao evento, mas teve de acatar a recomendação médica. Macedo deve fazer nova avaliação na semana que vem. O processo de recuperação ainda impede Bolsonaro de falar por mais de dez minutos consecutivos.
Em entrevista ao site de noticias “UOL”, Macedo disse que Bolsonaro segue tomando vitaminas e realizando fisioterapia em casa, com o auxílio de um enfermeiro do Albert Einstein que veio de São Paulo para acompanhar o candidato. Bolsonaro é o líder nas pesquisas, com 32% das intenção de voto, segundo os últimos dados divulgados pelo Datafolha, que aponta Fernando Haddad, do PT, em segundo lugar, com 21%. O primeiro turno das eleições presidenciais brasileiras ocorre no próximo domingo (7) (ANSA).

Rua Vergueiro, 2949, 12º andar – cjto 121/122
04101-300 – Vila Mariana – São Paulo - SP

Contato: (11) 3043-4171