Contato: (11) 3043-4171

Para Haddad, governo Dilma sofreu sabotagem

O candidato do PT à Presidência nas eleições 2018, Fernando Haddad, afirmou na sexta-feira (21), que o governo da ex-presidente cassada Dilma Rousseff foi alvo de sabotagem e negou a existência de qualquer atrito com a candidata ao Senado por Minas Gerais.

O candidato visitou a cidade histórica de Ouro Preto, na região central de Minas Gerais.
Ao ser questionado sobre uma possível troca de farpas com a ex-presidente, Haddad negou e abraçou Dilma. “Às vezes vocês adoram inventar”, disse a candidata ao Senado. Além de Dilma, Haddad esteve acompanhado da candidata à vice-presidente, Manuela D’Ávila, do PCdoB, e do governador mineiro, Fernando Pimentel, entre outros.
No discurso, na Praça Tiradentes, Haddad lembrou de suas ações quando esteve à frente do MEC, durante o governo Lula. Falou sobre ter transformado a cidade histórica em “cidade universitária”, e lembrou também da criação das cotas universitárias, voltadas para estudantes de escolas públicas e de classe baixa.
Haddad evitou fazer qualquer crítica ao candidato do PDT à Presidência, Ciro Gomes (AE).

Rua Vergueiro, 2949, 12º andar – cjto 121/122
04101-300 – Vila Mariana – São Paulo - SP

Contato: (11) 3043-4171