Aeronáutica é um dos pilares da defesa da soberania

Civis e militares receberam na sexta-feira (20) a medalha Mérito Santos-Dumont, em cerimônia na Base Aérea de Brasília, com a presença do presidente Temer.

Em mensagem lida na solenidade, o comandante da Aeronáutica, tenente-brigadeiro do ar Nivaldo Luiz Rossato, disse que “os desafios do Brasil são tão grandes quanto as suas dimensões” e registrou que a FAB é um dos pilares da defesa da soberania quando o país passa por dificuldades.
A solenidade comemorou o 145º aniversário do marechal do ar, Alberto Santos Dumont. “Consciente das dificuldades que passa o país, a FAB, como um dos pilares da defesa da soberania, tem feito o seu trabalho, navegando na rota do possível e focada no futuro da nação”, diz a mensagem do Comandante da Aeronáutica. A honraria é concedida a militares que se destacaram no exercício da profissão e cidadão que tenham prestado notáveis serviços à Aeronáutica.
O comandante Nivaldo Luiz Rossato citou como projetos estratégicos da Aeronáutica o jato Gripen NG, o avião da Embraer KC-390 e o Programa Estratégico de Sistemas Espaciais, que, segundo o militar, colocará o Brasil em uma condição competitiva na área espacial, gerando empregos e agregando conhecimento tecnológico ao país. O Gripen NG, fabricado pela empresa sueca Saab, é a nova aeronave de caça da FAB. O Embraer KC-390 é uma aeronave para transporte tático/logístico fabricado pela Embraer Defesa e Segurança, subsidiária do grupo brasileiro Embraer.

Rua Vergueiro, 2949, 12º andar – cjto 121/122
04101-300 – Vila Mariana – São Paulo - SP