Em busca do eleitorado feminino, Meirelles sobe tom

O pré-candidato do MDB à Presidência, Henrique Meirelles, decidiu adotar tom mais agressivo contra os adversários Jair Bolsonaro (PSL) e Ciro Gomes (PDT), na tentativa de conquistar principalmente o público feminino.

Um vídeo da campanha de Meirelles postado hoje (28), nas redes sociais, exibe cenas de violência verbal de Bolsonaro contra mulheres, além do destempero retórico de Ciro.
A estratégia foi desenhada para expor fragilidades e polêmicas dos dois rivais de Meirelles, com o objetivo de mostrar os riscos de o eleitorado apostar naquilo que a campanha do MDB chama de “aventura” nas eleições de outubro. O vídeo recupera um episódio de 2013, quando Bolsonaro xingou a deputada Maria do Rosário (PT-RS).
Em outra cena do filme, Bolsonaro aparece irritado em uma entrevista coletiva. “Você é uma idiota. Você é uma analfabeta”, diz ele a uma jornalista. Ciro, por sua vez, é apresentado como um político de temperamento explosivo e incontrolável. “O Lula é um m...”, afirma o pré-candidato do PDT na gravação, em referência ao ex-presidente Lula, de quem foi ministro. Com apenas 1% das intenções de voto, Meirelles faz agora um movimento de ataque para se diferenciar na corrida eleitoral. Em conversas reservadas, dirigentes do MDB afirmam que Meirelles tem prazo até meados de julho para crescer. Pesquisas encomendadas pela campanha emedebista revelam que as mulheres são as mais indecisas sobre o voto e têm mais resistência a Bolsonaro. As sondagens também mostram que Ciro, muitas vezes, é associado à imagem de machista (AE).