ISSN: 2595-8410 Contato: (11) 3043-4171

Dono do refrigerante Dolly é acusado de fraude fiscal

O empresário Laerte Codonho, dono da empresa de refrigerantes Dolly, foi preso ontem (10) acusado de fraude fiscal e lavagem de dinheiro estimados em R$ 4 bilhões.

A operação foi conduzida pela Polícia Civil e pelo MP-SP. Codonho foi detido em sua casa na Granja Viana, em Cotia. O empresário foi levado para 77º Distrito Policial na capital paulista, junto com o ex-contador da empresa Rogério Raucci e o ex-gerente financeiro César Requena Mazzi.
Em nota, a Dolly disse que é “injusta” a detenção do empresário. “Laerte Codonho sempre colaborou com as autoridades, e tem certeza que provará sua inocência. A defesa recorrerá da decisão e confia na Justiça”, informa o comunicado (ABr).

Rua Vergueiro, 2949, 12º andar – cjto 121/122
04101-300 – Vila Mariana – São Paulo - SP

Contato: (11) 3043-4171