Ciro: reformas nos primeiros 6 meses

Em evento com vereadores na manhã de ontem (26), o pré-candidato do PDT à Presidência da República, Ciro Gomes, disse que, se eleito, vai propor reformas estruturais nos primeiros seis meses de gestão.

“O tempo da reforma são os seis primeiros meses e vou fazer isso”, declarou na 16ª Marcha dos Vereadores. Pregou que as reformas tributária e previdenciária sejam feitas simultaneamente.
Reconheceu que o sistema previdenciário quebrou e disse que, ao invés de resolver o problema na década de 90, “fomos criando puxadinhos”. O presidenciável afirmou que vai propor um novo modelo previdenciário para que haja ao menos um “lapso de sustentabilidade” de pelo menos 10 ou 20 anos.
Ainda que tenha a minoria dos parlamentares no Congresso, disse que isso não o assusta porque todos os presidentes eleitos no País chegaram no Parlamento sem a maioria, mas que ainda assim “chegaram com poderes imperiais”. Neste clima, o pré-candidato disse que poderá fazer negociações “no atacado” (AE).

Mais Lidas