Temer ressalta luta da vereadora Marielle

O presidente Temer disse na sexta-feira (20) que as investigações do assassinato da vereadora  Marielle Franco avançam com método e critério.

“Marielle era mulher batalhadora, que lutava por aquilo que acreditava ser o melhor para o brasileiro e para o próprio Brasil. As investigações sobre o crime avançam com método e critério. As autoridades competentes trabalham para que os responsáveis sejam identificados e levados à Justiça”, disse Temer. A vereadora foi assassinada no Rio de Janeiro no dia 14 de março.
Temer falou sobre o crime em discurso na cerimônia de formatura de diplomatas do Instituto Rio Branco, que escolheu a vereadora como patrona. O presidente classificou o assassinato de Marielle de inaceitável e covarde. “Marielle teve sua trajetória política brutalmente e covardemente interrompida, mas seus assassinos não conseguiram, nem conseguirão, matar o que ela representa”, disse.
Temer participou no Ministério de Relações Exteriores do evento do Dia do Diplomata, comemorado com a formatura da turma 2017-2018 do curso de formação de diplomatas do Instituto Rio Branco. Temer destacou o respeito conferido à diplomacia brasileira no exterior e ressaltou a importância da presença das mulheres no corpo diplomático.
Mais cedo, Temer publicou um vídeo do Twitter parabenizando os diplomatas pelo seu dia e citou a frase do Barão do Rio Branco, patrono da diplomacia brasileira, “não venho servir a um partido político, venho servir ao nosso Brasil, que todos desejamos ver unido, íntegro, forte e respeitado” (ABr)

Rua Vergueiro, 2949, 12º andar – cjto 121/122
04101-300 – Vila Mariana – São Paulo - SP