Enel faz oferta de até R$4,7 bilhões pela Eletropaulo

A Enel, companhia italiana de geração e distribuição de energia, apresentou ontem (17) uma oferta pública voluntária para a aquisição de 100% do capital da distribuidora de energia brasileira AES Eletropaulo, a um valor de R$28 por ação.

Segundo nota da Enel Brasil, a “oferta é condicionada à aquisição de um número total de ações que represente mais de 50% do próprio capital”.
A proposta foi feita no mesmo dia em que a Eletropaulo comunicou um acordo de investimento com a Neoenergia, do grupo espanhol Iberdrola. O preço proposto da italiana é 9,76% superior ao acordado com a espanhola, de R$25,51 por ação. O investimento total esperado “chega a no máximo R$4,7 bilhões”. Em comunicado, a Eletropaulo afirmou que ainda está avaliando os termos e impactos da oferta em conjunto com seus assessores e só irá divulgar um parecer sobre a proposta ao mercado no prazo de até 15 dias.
A concorrência pela compra da distribuidora brasileira, responsável pelo fornecimento na região metropolitana de São Paulo, teve início no final de março, quando a Enel revelou interesse e apresentou uma proposta à Eletropaulo para participar de uma oferta pública de ações. A Eletropaulo é considerada a maior concessão de distribuição de eletricidade do Brasil, enquanto que a Enel controla a geração de energia no Rio de Janeiro e no Ceará, além de boa presença em fontes renováveis. Já a Neoenergia opera na Bahia, Pernambuco, Riod Grande do Norte e no interior de São Paulo (ANSA).