Retirada de tropas norte-americanas da Síria

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ordenou ontem (4) que os líderes militares se preparem para a retirada das tropas norte-americanas da Síria, informou o jornal “Washington Post”.

De acordo com a publicação, citando um alto funcionário do governo, o republicano, no entanto, não definiu a data para a ação.
Na última terça-feira (3), durante uma reunião com autoridades de segurança dos países bálticos, Letônia, Estônia e Lituânia, Trump repetiu seu desejo de sair rapidamente da Síria. O anúncio foi feito na Casa Branca e o magnata ressaltou que a missão dos EUA não se estenderia depois da destruição do Estado Islâmico. Além disso, ele espera que outros países, particularmente os ricos da região, aceitem a tarefa de pagar pela reconstrução de áreas destruídas.
Atualmente, mais de 2 mil militares norte-americanos atuam no leste da Síria para enfrentar o EI, dando suporte a uma coalizão internacional que realiza sobretudo ataques aéreos. Estima-se que o governo de Washington já tenha gastado US$7 trilhões no Oriente Médio, o que, na opinião de Trump, não trouxe “nada além de morte e destruição” (ANSA).

Mais Lidas