Trump promete pena de morte a traficantes de drogas

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, prometeu ontem (19) “tolerância zero” com traficantes de drogas e defendeu oficialmente a aplicação da pena de morte para os criminosos.

Durante comício em Manchester, o republicano reforçou a ideia de punir pelo menos os casos mais graves, na tentativa de combater o narcotráfico no país.
Trump ainda afirmou que a construção do muro entre a fronteira do México e dos Estados Unidos é um modo de evitar a entrada de traficantes de drogas. Além disso, o magnata atacou as cidades “santuário” que protegem imigrantes ilegais e as empresas farmacêuticas pelo papel na crise dos opioides e anunciou que irá apresentar um plano para combater a epidemia do vício em opioides que atinge o país.
Entre as medidas, está a implementação da pena de morte e estabelecer uma pena mínima automática para os traficantes. A ideia é deixar a lei mais dura para tentar diminuir a quantidade mínima de drogas que a pessoa precisa estar carregando para resultar uma punição. “O Departamento de Justiça vai buscar a pena de morte contra traficantes de drogas sempre que for apropriado dentro da atual lei”, disse Andrew Bremberg, diretor do Conselho de Política Doméstica de Trump. No comício de ontem (19), no estado de New Hampshire, o chefe de Estado norte-americano faz um discurso sobre a questão e deve revelar mais detalhes sobre o seu novo projeto. “Os norte-americanos pagam pelos medicamentos mais do que os habitantes de outros países e nós mudaremos isso”, prometeu (ANSA).

Mais Lidas