ISSN: 2595-8410 Contato: (11) 3043-4171

Operações no Rio podem envolver outras secretarias

O interventor federal na segurança pública do Rio de Janeiro, general Walter Braga Netto, disse que está nos planos do Gabinete de Intervenção e da Secretaria de Segurança Pública a realização de operações integradas que não envolvam apenas os órgãos de segurança pública e as Forças Armadas, mas também outras secretarias estaduais.

Braga Netto informou que se reuniu com o governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, e com todo o seu secretariado, para que outros órgãos sejam mobilizados para as operações. O interventor disse que o general Richard Nunes, que o ocupa o cargo de secretário estadual de Segurança Pública, será o responsável por mudanças operacionais que devem ocorrer nos próximos dias, e que a população começará a sentir a diferença a partir delas.
O general Braga Netto ainda trabalha na montagem do Gabinete de Intervenção, que será responsável por mapear recursos que serão necessários para a intervenção federal na segurança do Rio de Janeiro. “Para pedir recursos para a intervenção eu tenho que mapear”, disse, acrescentando que o trabalho será feito o mais rápido possível.
A cerimônia também contou com a presença do ministro da Defesa interino, Joaquim Silva e Luna, que afirmou que os recursos para as operações de Garantia da Lei e da Ordem (GLO) estão garantidos e poderão ser acrescidos se houver necessidade. “Já existe o recurso definido para essa operação. O que pode acontecer é ele ser insuficiente. Aí, seria acrescido”, disse o ministro, que detalhou que as operações de Garantia da Lei e da Ordem no Rio de Janeiro contam com R$ 113 milhões (ABr).

Rua Vergueiro, 2949, 12º andar – cjto 121/122
04101-300 – Vila Mariana – São Paulo - SP

Contato: (11) 3043-4171