Marun: data limite para votar reforma é dia 28

O ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, afirmou ontem (7), que a data de 28 de fevereiro como limite para a votação da reforma da Previdência foi acordada entre o governo e os líderes da Câmara.

Segundo ele, a votação vai começar no dia 19 e deve “se estender mais do que inicialmente previsto”. “Mas data limite para votar reforma da Previdência é dia 28”, declarou em coletiva de imprensa no Palácio do Planalto.
Ao ser questionado sobre a declaração do presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), que reclamou do tempo de análise na Câmara e avaliou que os senadores também precisam de prazo razoável para discutir e sugerir mudanças na proposta, Marun afirmou que acredita que o Senado analisará com profundidade a questão, mas que ela ‘já chega discutida’.
O ministro reforçou ainda que o “ideal” é que todo o processo esteja concluído em março, “no primeiro trimestre”, reforçou. Apesar disso, Marun declarou que é preciso achar o tempo correto de a matéria ser apreciada no Senado. Marun afirmou que era preciso “comemorar” a apresentação do texto da reforma da Previdência feita ontem na Câmara, pois, na sua avaliação, o conhecimento da emenda aglutinativa vai reduzir a resistência em torno do tema.
Confirmou que o governo conta com a possibilidade de mudanças em plenário, além da emenda aglutinativa apresentada nesta quarta. Ao ser questionado sobre quais pontos poderiam ainda sofrer modificações, Marun citou uma “transição mais aprimorada para o servidor”; “algo na questão de acúmulo de pensão” e “a equiparação previdenciária de policiais e agentes penitenciários”. “São três exemplos, que se tiverem apoio parlamentar, podem ser incorporados”, disse (AE).

Rua Vergueiro, 2949, 12º andar – cjto 121/122
04101-300 – Vila Mariana – São Paulo - SP