Leilões de energia terão preços ‘mais realistas’

O presidente da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), Luiz Barroso, disse ontem (14) que sua expectativa é de que os leilões para contratação de energia elétrica marcados para semana tenham os preços alinhados a condições mais realistas de financiamento.

Barroso afirmou que a demanda por energia elétrica caiu nos últimos anos, e a oferta cresceu.
O presidente participou na manhã de ontem da divulgação do Zoneamento Nacional de Recursos de Óleo e Gás 2017, na sede da empresa, no centro do Rio de Janeiro. “O consumo de 2017 está fechando igual ao consumo de 2014. É uma informação muito dramática. Nós perdemos três anos de consumo, e a nova oferta veio”, disse ele, que avaliou: “Vai ser um leilão realista”.
Os leilões marcados para semana que vem serão do tipo A-4, no dia 18, e A-6, no dia 20, que vão contratar empresas que começarão a oferecer energia elétrica no mercado nacional em quatro e seis anos, respectivamente (ABr).

Mais Lidas