ISSN: 2595-8410 Contato: (11) 3043-4171

Juan D'Antiochia (*)

A indústria da aviação na América Latina tem crescido exponencialmente nos últimos anos.

Segundo a Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear) estima-se que 3,5 milhões de passagens aéreas são compradas a cada mês. A demanda por voos na América Latina aumentou 7,2% em fevereiro de 2018 em relação ao mesmo período de 2017, de acordo com a Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA).

Este aumento no volume de passageiros, especificamente no Brasil, tem proporcionado inovações no setor e as companhias aéreas procuram oferecer maior agilidade e conveniência aos viajantes. Atualmente, as iniciativas incluem Wi-Fi nos voos, check-in online utilizando selfies, e aplicativos para informar aos passageiros sobre o número do portão de embarque e a programação do voo. Além disso, os programas de fidelidade têm sido essenciais como forma de oferecer conforto e tarifas promocionais.

No ano passado, a receita das empresas que disponibilizam esse tipo de programa cresceu 9%, em relação a 2016, chegando a 6 bilhões de reais. Além da inovação estar na lista de prioridades, garantir direitos básicos também é importante. Os consumidores preferem usar dispositivos móveis para comprar passagens aéreas e reservar hotéis, porque eles são fáceis, rápidos e práticos e podem ser acessados de qualquer lugar.

Os passageiros usam cada vez mais o estilo “faça você mesmo” quando reservam viagens. Muitos deles preferem reservar e pagar bilhetes diretamente, evitando terceiros. De acordo com um relatório recente da Phocuswright, cerca de 50% das reservas de viagens são feitas online no Brasil, portanto, garantir que a experiência de reserva online seja perfeita, reduzirá inevitavelmente que os clientes façam sua programação de outra forma.

As companhias aéreas devem estar preparadas para melhorar a experiência de reservas online, no sentido de vender mais passagens e de maneira rápida, segura e com diversas moedas. Otimizar o pagamento nesta experiência é algo vital e, proporcionar variadas opções de pagamento aos consumidores, a fim de atingir suas demandas, também é uma consideração importante.

Um exemplo de uma empresa que avançou na região da América Latina é a Viva Aerobus, a principal companhia aérea de baixo custo do México. A empresa tinha planos agressivos de expansão e precisava otimizar seu sistema de pagamento para alcançar mais consumidores em todo o mundo. Ao investir em soluções sofisticadas de prevenção a fraude e métodos de pagamento transfronteiriços, a empresa aumentou a taxa de aceitação de transações em mais de 40% no primeiro mês de implementação e, consequentemente, expandiu o volume de vendas para rotas internacionais.

Em um mundo moderno e inovador, os comerciantes precisam investir em plataformas on-line abrangentes com proteção contra fraudes e gerenciamento efetivo para reduzir custos, garantindo receitas mais altas. Plataformas de alta qualidade são importantes, bem como planos brilhantes para enfrentar um mercado on-line crescente e cheio de oportunidades.

Esteja preparado para esta nova jornada no setor de companhias aéreas.

(*) - É Gerente Geral da Worldpay para América Latina.

Rua Vergueiro, 2949, 12º andar – cjto 121/122
04101-300 – Vila Mariana – São Paulo - SP

Contato: (11) 3043-4171