Rodrigo Ribeiro (*)

O que fazer para que possamos vencermos nossas metas e crescer em um País com tanta instabilidade.

A busca constante das empresas por resultados tem sido um tanto desenfreada devido à falta de um planejamento bem definido que contenha um alinhamento estratégico para atingir os objetivos previamente definidos.

Nos últimos dois anos, diante do cenário econômico e político de nosso País, esta percepção aumentou em muito. Palestrando por todo o Brasil, pude presenciar corporações com décadas de existência fecharem as portas diante dos novos desafios, que tanto a indústria, quanto o varejo, estão enfrentando. Afinal de contas, o que fazer para que possamos vencermos nossas metas e crescer em um País com tanta instabilidade?

Não existe uma fórmula mágica, mas sim um trabalho diferenciado e, principalmente, a capacidade de se reinventar com novas estratégias e experiências que façam o consumidor definir suas escolhas. Para isso, estou convicto e compartilho com todos os quatro passos fundamentais para o cumprimento de nossas metas e a conclusão dos resultados satisfatórios para a sobrevivência neste novo modelo de trabalho.

1 – Conhecimento - Estamos vivendo na era digital, a qual a especialização é uma condição para a sobrevivência dos negócios. Ninguém aceita profissionais medianos, queremos ser atendidos por especialistas. Frente a essa situação, precisamos buscar novos conhecimentos e a atualização constante para seguir em frente neste mundo conectado;

2 – Planejamento - Teremos que ter muito claro o passo a passo de onde queremos chegar. Para isso, um planejamento muito bem definido precisa ser construído. Além disso, um propósito deve ser a base sólida para manter vivo este plano. Ainda vamos enfrentar em 2018 muitos momentos de incertezas, portanto, é fundamental ter a execução do planejamento como prioridade no dia a dia. Mas, alerto: um bom planejamento não pode ser engessado, precisa sempre se moldar às variações que estamos expostos diante de todos os atuais acontecimentos;

3 – Estratégias - De agora em diante, a teoria de Darwin passa a fazer parte do cotidiano. Vencerão os mais rápidos, e não os mais fortes. O que eu quero dizer com isso? Que estratégias terão que ser inovadoras e rápidas. Não adianta querer atingir metas com estratégias do século passado. A transformação da economia mundial tem exigido de cada um de nós uma velocidade de adaptação muito maior. Para isso, reforço que estratégia e inovação precisam estar de mãos dadas. Mais do que nunca, a criatividade assume um papel de protagonista no corporativismo moderno. As empresas precisam fazer uma rápida leitura das necessidades de seus clientes e, de maneira criativa e inovadora, solucionar esta demanda;

4 – Disciplina - Para tudo isso acontecer em perfeita harmonia, teremos que ser pessoas mais disciplinadas. Mas, não adianta ser disciplinado de vez em quando. Isso terá que virar hábito em nossas vidas e, a partir da incorporação desta nova cultura, virar comportamento diário em todas as nossas atividades.

Portanto, concluo que a comemoração por ter atingido uma meta pessoal ou profissional só será possível se colocarmos em prática esses quatro passos vitais para nosso crescimento e realização de todos os nossos projetos.

(*) - É escritor, palestrante, especialista em vendas no setor calçadista e parceiro da SetaDigital, software house especializada
no varejo calçadista (www.setadigital.com.br).