ISSN: 2595-8410 Contato: (11) 3043-4171

Home

natal-compras-351x185 temproario

Comércio é o segmento que mais visa o Natal para turbinar negócios

Foto: Divulgação

Segundo sondagem realizada em julho pelo Serasa Empreendedor – braço da Serasa Experian voltado ao microempreendedor, considerando as próximas datas comemorativas com forte poder de movimentar a economia – Dia das Crianças, Black Friday e Natal –, 63% dos empreendedores elegeram o período natalino como o melhor momento para concentrar esforços e aumentar o faturamento. Em segundo lugar, aparece a Black Friday, com 25%, e em terceiro, o Dia das Crianças, com 12%.
Na sondagem realizada com 385 MEIs e MEs dos mais variados segmentos, quem elegeu o Natal como a melhor data, definiu o prazo de 2 a 3 meses como o mais apropriado para se programar e atender as demandas de fim de ano. Segundo a gerente do Serasa Empreendedor, Barbara Passuello, é fundamental que o empreendedor aproveite as principais datas sazonais, tanto para ampliar a visibilidade e se destacar da concorrência, quanto para fomentar o crescimento de forma planejada.
“O Natal é considerado o perío­do mais forte para incrementar o faturamento das empresas, aproveitando a tradição de fim de ano e a injeção do décimo terceiro salário na economia. O resultado da pesquisa reforça que os empreendedores estão conectados com esta realidade e se planejando de forma antecipada para não deixar escapar as oportunidades”, diz Passuello.
Também foi possível identificar como deve ser a preparação dos microempreendedores frente ao aumento no volume de negócios esperado para a época natalina. A solicitação de empréstimos correspondeu a quase um terço das respostas, como a principal iniciativa a ser adotada (29%). Na sequência, o aumento de ações de divulgação aparece com 26%.
Na comparação com as outras datas comemorativas consideradas no levantamento, o potencial natalino de vendas sobressaiu na escolha de todos os segmentos de microempreendedores individuais e microempresas. No topo do ranking dos que miraram nessa época para turbinar o faturamento estão os MEIS e as MEs do Comércio (67%), seguidos por Indústria (65%) e Serviços (62%) - (Serasa Experian).

“Meia-idade é quando se pára de criticar os mais velhos e se começa a criticar os mais novos”.

Laurence Peter (1919/1990) Educador canadense.

Rua Vergueiro, 2949, 12º andar – cjto 121/122
04101-300 – Vila Mariana – São Paulo - SP

Contato: (11) 3043-4171